IFE
01/08/2022

Assinatura:
Equipe de Pesquisa UFRJ

IFE
01/08/2022

IFE nº 89

Assinatura:
Equipe de Pesquisa UFRJ

Ver índice

Políticas Públicas e Financiamentos

Alemanha: INEOS recebe financiamento estatal para estudo de viabilidade de hidrogênio

O governo estadual da Renânia do Norte-Vestfália (NRW) concedeu € 770 mil (US$ 802,9 mil) a um estudo de viabilidade do fabricante de produtos químicos, INEOS, o que poderá reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) em mais de 100 mil toneladas por ano. O governo confirmou que o financiamento visa apoiar o desenvolvimento de uma instalação de eletrolisador de 100 MW para produção de hidrogênio no local da INEOS em Köln/Dormagen. O estudo de viabilidade investigará como a planta de hidrogênio verde pode ser efetivamente implementada no local da INEOS, com o financiamento estatal cobrindo aproximadamente um quarto dos custos. (INEOS – 30.06.2022)
Link Externo

Emirados Árabes Unidos: Equipe do governo visita a Alemanha para conversas sobre hidrogênio

A Alemanha e os Emirados Árabes Unidos combinaram novas negociações sobre hidrogênio e energia limpa, enquanto o país europeu busca soluções de longo prazo para minimizar a dependência do gás russo. Uma delegação de funcionários do governo dos Emirados Árabes Unidos e representantes das empresas de energia Adnoc e Masdar, ficou responsável de viajar para a Alemanha, informou a agência de notícias estatal WAM. Os Emirados Árabes Unidos pretendem ser um dos principais fornecedores mundiais de hidrogênio, embora seja improvável que consiga exportar volumes significativos antes do final desta década. O membro da Opep está investindo na produção de hidrogênio azul, que é feito a partir do gás natural em um processo que captura as emissões de carbono em vez de permitir que sejam liberadas na atmosfera. (Hydrogen Central – 27.06.2022)
Link Externo

Holanda: Governo divulga planos para rede nacional de hidrogênio

Os planos para construir uma rede nacional de transporte de hidrogênio na Holanda foram anunciados pelo governo holandês, aproximando o país de um sistema de energia mais sustentável. Os planos anunciados por Rob Jetten, ministro holandês do Clima e Energia, terão um investimento de € 750 milhões (US $ 786 milhões) com a operadora holandesa de rede de gás Gasunie gerenciando e operando a rede. A Gasunie disse que desenvolverá a rede nos próximos anos e, posteriormente, operará o sistema de transmissão, desempenhando um papel no armazenamento e importação de hidrogênio para alimentar a rede. No próximo ano, a rede está planejada para conectar portos marítimos com grandes clusters industriais no país, com o objetivo de estabelecer conexões com a Alemanha e a Bélgica, algo que Gasunie disse que facilitará o crescimento da economia do hidrogênio. (Reuters – 30.06.2022)
Link Externo

Índia: Aliança de hidrogênio do país busca US$ 360 milhões do governo para implantar 25 hubs verdes

A India Hydrogen Alliance (IH2A), coalizão de hidrogênio liderada pela indústria e empresas indianas, apresentou um plano ao NITI Aayog e ao ministério de energia renovável para a criação de 25 hubs nacionais. Um projeto e cinco centros nacionais de hidrogênio verde até 2025, que contarão com apoio financeiro público de US$ 360 milhões. A iniciativa também incluiu a criação de uma Corporação Nacional de Desenvolvimento de Hidrogênio e uma força-tarefa público-privada de hidrogênio, disse a IH2A. O plano nacional de desenvolvimento do hub de hidrogênio verde 25/25 se concentra na criação de projetos e hubs de hidrogênio verde escaláveis que podem crescer para projetos de escala de gigawatts em três anos, disse em um comunicado de imprensa oficial. (IH2A – 30.06.2022)
Link Externo

Produção

Canadá: Empresas se unem para desenvolver projeto de hidrogênio limpo

A FortisBC Energy Inc. (FortisBC), a Suncor Energy (Suncor) e a Hazer Group Limited (Hazer) assinaram um acordo para que, em conjunto, desenvolvam um uma planta de hidrogênio na Colúmbia Britânica, Canadá. A planta contará com uma nova tecnologia de pirólise de metano que será alimentada a partir de gás natural e contará com tecnologia de captura de carbono para produzir o hidrogênio de baixo carbono. Se o acordo continuar e a planta for desenvolvida, espera-se que o projeto produza até 2.500 toneladas de hidrogênio por ano. Isso equivale a aproximadamente 300 mil gigajoules de energia de gás de queima limpa, que pode substituir o uso anual equivalente de gás natural de aproximadamente 3.300 residências. (FortisBC – 04.07.2022)
Link Externo

Holanda: Hidrogênio pode reduzir as emissões de gás carbônico da refinaria de Roterdã

A Sunfire revelou que entregou duas unidades de eletrólise de alta temperatura para produzir hidrogênio verde na refinaria de produtos renováveis da Neste em Roterdã, Holanda. A empresa disse que está atualmente instalando os módulos de eletrólise, que devem fornecer hidrogênio verde para produzir combustível de aviação sustentável (SAF), diesel renovável e matéria-prima sustentável para plásticos como parte do projeto MultiPLHY. Sob o projeto de demonstração financiado pela UE, um eletrolisador de alta temperatura de 2,6 MW, composto por doze módulos de eletrólise da Sunfire, deve ser instalado, contribuindo para as ambições da Neste de alcançar uma produção neutra em carbono até 2035. O sistema deverá ser comissionado no início de 2023 e terá capacidade para produzir mais de 60 kg de hidrogênio verde por hora, segundo a empresa. (H2 View – 05.07.2022)
Link Externo

Holanda: Vattenfall planeja cluster de hidrogênio offshore

Na busca de desenvolver a capacidade de produção de hidrogênio offshore, a Vattenfall divulgou detalhes de sua oferta para estabelecer um cluster de hidrogênio em parte do parque eólico Hollandse Kust West (HKW), na costa da Holanda. Seu plano contempla três aerogeradores no lote VII do site HKW equipados com eletrolisadores, com capacidade combinada de 45 MW, que seriam então transferidos para o Porto de Roterdã via gasoduto. A empresa disse que planeja instalar módulos eletrolisadores, transformadores e baterias em uma unidade de contêiner para plataformas no parque eólico HKW (Vattenfall – 05.07.2022)
Link Externo

Reino Unido: Air Products visa desenvolver planta de hidrogênio de 800 MW

A Air Products, uma corporação internacional que atua no segmento de gases e produtos químicos, assinou um acordo com a VPI para desenvolver uma planta de produção de hidrogênio em Immingham, Reino Unido. A planta contará com uma capacidade de produção de 800 MW e com a captura de carbono, para assim produzir o hidrogênio limpo. Em termos de uso final, a maior parte do gás servirá como combustível substituto para o terceiro “powertrain” da turbina a gás existente da VPI, também será disponibilizado para outros usuários industriais. O projeto visa capturar até dois milhões de toneladas de CO₂ por ano e contribuir para atingir o Net Zero na região industrial de Humber até 2040. (Air Products – 06.07.2022)
Link Externo

Reino Unido: EQTEC e Wood para desenvolver usina de hidrogênio limpo

A EQTEC, uma empresa de energia de biociência, e a Wood, uma empresa de engenharia, assinaram um contrato para desenvolver uma usina de hidrogênio no Reino Unido. A Wood foi contratada pela EQTEC para atuar diretamente na relação tecnológica e na implementação do projeto. A usina vai contar com uma tecnologia de gás de síntese e utilizará resíduos para assim produzir hidrogênio limpo. Por fim, de acordo com seus planos atuais, a planta da fase dois veria a tecnologia de gás de síntese EQTEC converter 25 mil toneladas de combustível derivado de resíduos a cada ano, criando aproximadamente 2,5-3 MWe de eletricidade limpa. (Air Products – 01.07.2022)
Link Externo

Armazenamento e Transporte

Bélgica/França: Hub de hidrogênio entre os países

Depois de realizar a primeira consulta nacional de baixo carbono e hidrogênio renovável da França em 2021 e 2022, a GRTgaz está lançando uma “Temporada Aberta” para confirmar o interesse econômico em uma infraestrutura de transporte de hidrogênio por dutos em torno de Valenciennes e se estendendo até a fronteira belga. A rede se conectará com uma que a Fluxys planeja desenvolver ao mesmo tempo na cidade de Mons, na Bélgica. Este projeto está em perfeita sintonia com a iniciativa europeia de “Hydrogen Backbone” liderada pela GRTgaz, que busca unir todos os operadores de transporte de gás como parte de uma rede prevista de 40 mil km até 2040. (H2 Bulletin - 05.07.2022) 
Link Externo

França: ELEMANTA H2 para permitir o abastecimento de hidrogênio

Améthyste, ArianeGroup, Cetim, HDF Energy, Rubis Terminal e Sofresid Engineering se uniram para desenvolver a barcaça multisserviço ELEMANTA H2. Os parceiros do projeto ELEMANTA H2 assinaram um memorando de entendimento para implantar soluções móveis que fornecem, desde hidrogênio verde ou hidrogênio de baixo carbono, serviços de engomadoria a frio, além da rede elétrica para navios porta-contêineres, navios de cruzeiro ou navios-tanque. O ELEMANTA H2 também permitirá o abastecimento de hidrogênio para atender às necessidades de reabastecimento de futuros navios movidos a hidrogênio. Esta colaboração de especialistas franceses visa valorizar competências em várias áreas, desde a arquitetura naval às tecnologias do hidrogênio, da gestão de infraestruturas portuárias ao desenvolvimento de software de gestão da integridade dos ativos industriais. Estima-se que a iniciativa reduzirá 80% das emissões de gases poluentes. (H2 View - 05.07.2022) 
Link Externo

Reino Unido: Resultados de estudo devem acelerar o uso de hidrogênio no transporte rodoviário do país

A bp e o BOC realizaram um estudo de viabilidade que explorou projetos otimizados para uma rede de distribuição e fornecimento de hidrogênio para transporte pesado no Reino Unido. O estudo conjunto descobriu que a distribuição de hidrogênio como gás comprimido por meio de reboque rodoviário é a melhor opção para estimular o mercado do país a consumir combustível de hidrogênio para transporte pesado a médio prazo. As empresas dizem que o estudo de nove meses forneceu informações importantes sobre requisitos e opções para distribuição de hidrogênio, projeto de estações e custos de distribuição para aplicações pesadas. No longo prazo, o estudo antecipa que tanto o hidrogênio gasoso quanto o líquido terão um papel a desempenhar no abastecimento do setor. (H2 Bulletin - 05.07.2022) 
Link Externo

Estados Unidos: Parceria entre GKN Hydrogen, SoCalGas e National Renewable Energy Laboratory para o mercado de hidrogênio verde

A GKN Hydrogen desenvolveu o armazenamento de hidrogênio (HY2MEGA), que armazena o hidrogênio sólido - sob baixa pressão em um espaço compacto – em que a célula a combustível converterá o hidrogênio verde a fim de produzir eletricidade renovável. Assim, permitindo o armazenamento seguro e de longa duração de energia limpa sem a necessidade de compressão. (H2 Bulletin – 01/07/2022)
Link Externo

Uso Final

América do Norte: Parceria entre FortisBC Energy Inc., Suncor Energy e Hazel Group Limited para a produção de hidrogênio a partir de gás natural

A parceria entre as empresas segue alinhada com a meta de redução de emissão de carbono e busca o desenvolvimento de novas tecnologias para a produção de hidrogênio de queima limpa a partir de gás natural. A ideia é produzir hidrogênio enquanto armazena-se o subproduto do carbono como grafite sintético sólido, que poderá ser vendido para uso industrial em mercado aberto. Assim, essa adição do hidrogênio ao suprimento de gás renovável e de baixo carbono é mais uma estratégia para a transição energética, através da descarbonização do sistema de gás. (H2 Bulletin – 07/07/2022)
Link Externo

Austrália: Termo de acordo entre ReNu Energy e a Tas Gas é realizado para a distribuição de hidrogênio verde

A Countrywide Hydrogen Pty Ltd, subsidiária integral da ReNu Energy Limited, está concluindo o Projeto Hydrogen Tasmania Brighton, que visa a instalação de eletrólise de hidrogênio verde. O acordo possibilitará o fornecimento do hidrogênio verde – produzido pelo Projeto da Countrywide – para clientes industriais e residenciais. Assim, esse acordo proporciona que a Tasmânia, que já é líder mundial do setor de energia renovável, busque por novas estratégias de fornecimento de gás de baixo carbono na rede de gás na forma de hidrogênio verde. (H2 Bulletin – 07/07/2022)
Link Externo

Estônia: Desenvolvimento do primeiro vale nacional de hidrogênio

O desenvolvimento do vale será realizado através de parcerias entre a esfera pública e privada, que visam utilizar o hidrogênio ali produzido para o abastecimento de transportes e para a utilização dele como matéria prima para a indústria. Além da produção de hidrogênio verde ser desenvolvida em pelo menos seis regiões do país, esse projeto permitirá que haja infraestrutura de transporte e armazenamento para que a nação consiga novas oportunidades de colaboração internacional. Assim, o vale permitirá a formação de uma cadeia de valor de hidrogênio completa, acelerando o processo de transição energética e a independência do país. (H2 Bulletin – 06/07/2022)
Link Externo

China: Maior motor movido a hidrogênio é acionado

A empresa Yuchai, fabricante de motores tradicionais, decidiu adotar motores de energia limpa para auxiliar na conquista de um sistema de energia com carbono zero. Começando com seu primeiro lançamento voltado para a execução de serviços leves: o motor YCK05H, o desenvolvimento da empresa marcou o início da pesquisa e desenvolvimento desse tipo de motor para veículos comerciais no país. Após esse marco, a empresa desenvolveu o motor YCK16H para a área dos serviços pesados, alcançando o papel de única fornecedora de um sistema de energia que cobre os dois tipos de serviço. (H2 Bulletin – 06/07/2022)
Link Externo

HYGUANE: Acordo entre as agências espacial europeia e francesa, a MT Aerospace, parceiros industriais e acadêmicos para reduzir emissões de CO2 associadas a lançamentos orbitais

Através da criação de uma estrutura que sustente um ecossistema de hidrogênio para o Porto Espacial da Europa na Guiana Francesa, o projeto HYAGUANE (HYdrogène GUynais A Neutralité Environnementale) visa reduzir as emissões de gases de efeito estufa da Spaceport, base de lançamento espacial. A ideia é substituir o hidrogênio cinza pelo hidrogênio verde, o que reduzirá as emissões de CO2 vinculadas ao programa Ariane. Além disso, está previsto a criação de um Centro de Competência em Hidrogênio na Guiana Francesa para possibilitar o desenvolvimento o “know-how” para a manutenção dos novos sistemas. Tais atos permitirão que sejam introduzidos o transporte pesado de pessoas e mercadorias movidos a hidrogênio e as células a combustível hidrogênio para armazenamento de energia na região. (H2 Bulletin – 04/07/2022)
Link Externo

Alemanha: Consórcio via produção de hidrogênio para alimentar caminhões

Com planos de construir duas estações de reabastecimento de hidrogênio para caminhões até 2024, a BP segue o caminho rumo à mobilidade do hidrogênio. Através de um consórcio para que a viabilidade técnica dos seus protótipos de caminhões movidos a hidrogênio seja testada, o projeto visa mostrar um mercado para o hidrogênio reunindo caminhões, postos de combustível e clientes. Além disso, ele visa acelerar a cadeia de valor de hidrogênio. Assim, a BP deverá construir, bem como operar, duas estações de reabastecimento de hidrogênio que suportem o hidrogênio gasoso – para clientes da frota BP que não fazem parte do piloto - e o líquido sub-resfriado (Slh2), que será utilizado pelos parceiros de demanda da frota alocada no projeto. (H2 Bulletin – 04/07/2022)
Link Externo

Costa do Golfo: Parceria entre Hy Stor Energy com Key Gulf Coast Port a fim de trazer hidrogênio renovável para a região

O acordo visa o fornecimento de hidrogênio de baixo carbono para o Parque Industrial de Por Bienville e ao Aeroporto Internacional de Stennis, contribuindo para acelerar a transição energética, através da descarbonização da terra, do ar, do mar e do espaço. (H2 Bulletin – 28/06/2022)
Link Externo

Tecnologia e Inovação

Reino Unido: Parceria revelada para a construção de uma usina de hidrogênio

A EQTEC revelou que selecionou a Wood como seu parceiro de tecnologia para projeto e implantação de uma usina de hidrogênio a partir de resíduos. O projeto está em fase de desenvolvimento, localizado em Southport Hybrid Energy Park, Merseyside, Reino Unido. Com um acordo de colaboração estratégica (SCA) entre a EQTEC e a Wood, as empresas concordaram em desenvolver uma solução de combustível derivado de resíduos para hidrogênio, possivelmente a primeira usina deste tipo no Reino Unido. (H2 View - 04.07.2022) 
Link Externo

Reino Unido: Lançado equipamento de gás pronto para hidrogênio

Em um esforço para se preparar para a integração do hidrogênio, a Oxford Flow, com sede no Reino Unido, revelou a válvula IM-S, reguladora de pressão de gás pronto para hidrogênio. A empresa disse que a válvula foi projetada para mistura de 100% de hidrogênio em redes de gás, o que excede a meta do governo do Reino Unido de que a rede de gás do país esteja pronta para fornecer 20% de mistura de hidrogênio até 2030. Espera-se que o novo produto prepare os operadores nos setores de distribuição de gás, geração de energia, gás industrial e petróleo e gás, à medida que o mundo se esforça para a descarbonização. (H2 View - 04.07.2022) 
Link Externo

Artigos

Hydrogen storage methods: Review and current status

Devido ao fato de o hidrogênio ser o menor elemento, possuindo um peso leve e natureza gasosa, este vetor energético apresenta problemas desafiadores no seu armazenamento, sendo esse o maior obstáculo para o sucesso da economia do hidrogênio em larga escala. O hidrogênio pode ser armazenado em uma variedade de métodos físicos e químicos. Cada técnica de armazenamento tem suas próprias vantagens e desvantagens. Dessa forma, este estudo teve objetivo em revisar as estratégias de armazenamento de hidrogênio e fazer um levantamento dos desenvolvimentos recentes no campo. (Renewable and Sustainable Energy Reviews - 2022)
Link Externo

Public willingness to make trade-offs in the development of a hydrogen industry in Australia

Este estudo analisa as respostas de uma pesquisa pública que pediu a 1.824 residentes da Austrália do Sul e Victoria (Austrália) para indicar a importância de seis características de uma indústria de hidrogênio em sua decisão de apoiar o desenvolvimento de tal indústria, a saber: (1) segurança; (2) mitigação das mudanças climáticas; (3) acessibilidade; (4) confiabilidade; (5) acessibilidade; e (6) criação de empregos. No geral, a segurança foi classificada como a característica mais importante, seguida pela mitigação das mudanças climáticas e acessibilidade. (Energy Policy - 2022)
Link Externo

Reversible Power-to-Gas systems for energy conversion and storage

Os sistemas reversíveis de Power-to-Gas (PtG) podem converter eletricidade em hidrogênio em momentos de amplo fornecimento de energia, mas também podem operar na direção inversa para fornecer eletricidade durante momentos em que a energia é relativamente escassa. Esse artigo desenvolveu um modelo para determinar quando os sistemas PtG reversíveis são economicamente viáveis. Foi aplicado o modelo ao ambiente de mercado atual na Alemanha e no Texas e então descobriu-se que a característica de reversibilidade das células a combustível regenerativas unitizadas (óxido sólido) já as torna competitivas em custos aos preços atuais do hidrogênio, desde que as flutuações nos preços da eletricidade sejam tão pronunciadas quanto atualmente observado no Texas. (Nature Communications - 2022)
Link Externo