IFE
26/06/2023

IFE Hidrogênio 130

Assinatura:
Equipe de Pesquisa UFRJ
Editor: Prof. Nivalde J. de Castro (nivalde@ufrj.br)
Subeditores: Fabiano Lacombe, Kalyne Brito e Sayonara Andrade Elizário
Pesquisadores: Bruno Elizeu e Sofia Paoli
Assistente de pesquisa: Sérgio Silva

IFE
26/06/2023

IFE nº 130

Assinatura:
Equipe de Pesquisa UFRJ
Editor: Prof. Nivalde J. de Castro (nivalde@ufrj.br)
Subeditores: Fabiano Lacombe, Kalyne Brito e Sayonara Andrade Elizário
Pesquisadores: Bruno Elizeu e Sofia Paoli
Assistente de pesquisa: Sérgio Silva

Ver índice

IFE Hidrogênio 130

Políticas Públicas e Financiamentos

Brasil: Governo do RS assina memorando para produção de hidrogênio verde

O governo do Rio Grande do Sul está promovendo iniciativas relacionadas ao hidrogênio verde. O estado tem o objetivo de se tornar uma referência na produção e uso desse combustível limpo. Para alcançar esse objetivo, estão sendo estabelecidas parcerias com empresas e instituições de pesquisa para impulsionar o desenvolvimento de projetos de hidrogênio verde. O governo também está buscando atrair investimentos e promover a capacitação técnica para impulsionar a cadeia produtiva do hidrogênio verde no estado. Essas iniciativas visam contribuir para a transição energética e redução das emissões de carbono na região. (Agora RS – 30.05.2023) 
Link Externo

EUA: Nova York anuncia financiamento de US$ 10 milhões para pesquisa e desenvolvimento de hidrogênio

O estado de Nova York anunciou um financiamento de US$10 milhões para pesquisas e desenvolvimento de hidrogênio. O objetivo é impulsionar a adoção de tecnologias relacionadas ao hidrogênio, promovendo uma transição para uma economia de energia mais limpa e sustentável. O financiamento apoiará projetos de pesquisa, infraestrutura e inovação no setor do hidrogênio, incentivando a colaboração entre governo, indústria e instituições acadêmicas. Esse investimento reforça o compromisso de Nova York com a descarbonização e a exploração do potencial do hidrogênio como alternativa energética viável.  (H2 View – 26.05.2023) 
Link Externo

Austrália: Endua recebe investimento de AUD 11,8 milhões para aplicações de geração e armazenamento de hidrogênio

A Endua, empresa australiana, recebeu um investimento de AUD 11,8 milhões para aplicação em tecnologias de geração e armazenamento de hidrogênio. Esses recursos serão utilizados para impulsionar o desenvolvimento de soluções inovadoras de geração e armazenamento de hidrogênio, visando avançar a transição para uma economia baseada em energia limpa. A Endua busca promover o uso sustentável do hidrogênio em várias aplicações, apoiando a descarbonização de setores-chave. Esse investimento demonstra o reconhecimento do potencial do hidrogênio e destaca o compromisso contínuo com o avanço das tecnologias relacionadas ao hidrogênio.  (H2 View – 30.05.2023) 
Link Externo

Hydrogen Council fortalece seu apelo de baixo carbono com quatro novos membros

O Hydrogen Council fortalece seu apelo de baixo carbono com a adição de quatro novos membros. O Hydrogen Council é uma coalizão global composta por empresas líderes que buscam impulsionar a adoção do hidrogênio como solução de energia limpa. Com a inclusão desses novos membros, o conselho amplia ainda mais sua representatividade e expertise, consolidando-se como uma força influente na promoção do hidrogênio como vetor energético sustentável. Essa expansão reforça o compromisso contínuo com a descarbonização e a transição para uma economia de baixo carbono, destacando o papel central do hidrogênio nesse processo.  (H2 View - 25.05.2023) 
Link Externo

Reino Unido: Ministro de Estado apoia os planos para a economia do hidrogênio

O Ministro de Estado do Reino Unido expressa apoio aos planos do governo britânico para a economia do hidrogênio, visando reduzir as emissões de carbono e promover a sustentabilidade. Os planos do governo incluem investimentos em pesquisa, desenvolvimento e infraestrutura para impulsionar a produção e o uso do hidrogênio como fonte de energia limpa. O apoio do Ministro de Estado reforça a importância estratégica do hidrogênio na agenda energética do Reino Unido e a determinação em liderar a transição global para uma economia de baixo carbono. (H2 View – 24.05.2023) 
Link Externo

Canadá: Investe em Hidrogênio Limpo para Impulsionar Transição Energética

O Canadá está investindo em hidrogênio limpo como parte de sua transição para uma energia mais limpa. O governo canadense está comprometido em impulsionar a produção e o uso de hidrogênio limpo, reconhecendo seu potencial como uma solução chave para reduzir as emissões de carbono. Esses investimentos incluem apoio à pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de hidrogênio, bem como incentivos para projetos de produção e infraestrutura. O Canadá está aproveitando seus recursos naturais, como hidroeletricidade e gás natural, para impulsionar a produção de hidrogênio limpo. Essa abordagem visa acelerar a adoção de soluções de energia sustentáveis e promover a liderança do Canadá no setor de hidrogênio limpo. (CBC - 29.05.2023) 
Link Externo

Brasil: Hidrogênio é oportunidade para reindustrializar país, afirma pesquisador da UFRJ

Segundo um pesquisador da UFRJ, o hidrogênio representa uma grande oportunidade para reindustrializar o país. De acordo com ele, o Brasil tem um enorme potencial na produção e utilização desse combustível limpo e renovável. O hidrogênio pode ser usado em diversas áreas, como transporte, indústria e geração de energia, e pode impulsionar a economia nacional, gerando empregos e reduzindo a dependência de combustíveis fósseis. O pesquisador destaca a importância de investimentos em pesquisa, desenvolvimento e infraestrutura para aproveitar ao máximo essa oportunidade e colocar o Brasil na vanguarda da indústria de hidrogênio.  (O Dia - 30.05.2023) 
Link Externo

Produção

Austrália: Keppel Corporation intensifica esforços em hidrogênio verde e amônia com projetos no país

A Keppel Corporation está intensificando seus esforços na produção e uso de hidrogênio verde e amônia como fontes de energia de baixa emissão de carbono. A empresa aderiu a um consórcio para desenvolver um projeto de hidrogênio verde em larga escala na Austrália e assinou um Memorando de Entendimento com a Incitec Pivot Limited (IPL) para uma instalação de produção de amônia verde em escala industrial também na Austrália. O projeto CQ-H2 tem como objetivo produzir hidrogênio renovável, escalável para até cerca de 2,5 GW equivalente, e entregá-lo por meio de diferentes transportadores para o Japão e Cingapura, além de abastecer grandes clientes domésticos em Central Queensland. A Keppel também planeja desenvolver uma instalação de produção de amônia verde com a IPL. (Kepcorp - 26.05.2023) 
Link Externo

Brasil: CGN Brasil Energy firma parceria para mega complexo de energia e produção de hidrogênio verde na Bahia

A gigante chinesa CGN Brazil Energy assinou um memorando de entendimento (MoU) com a empresa brasileira Quinto Energy com o objetivo de implementar um mega complexo de energia eólica e solar no interior da Bahia, com foco na produção em larga escala de hidrogênio verde. O acordo de cooperação foi assinado pelas empresas na presença de Jerônimo Rodrigues no Senai Cimatec, durante a cerimônia de inauguração do Complexo Eólico Tanque Novo, o segundo maior projeto da CGN no Brasil, cujo investimento foi de R$ 1,15 bilhão. A parceria com a Quinto, que pretende implantar parques eólicos e solares com capacidade instalada de 14 GW, sinaliza a expansão da CGN no Brasil. (H2 Bulletin - 31.05.2023) 
Link Externo

Estados Unidos: Raven SR obtém licença para projeto de hidrogênio renovável no norte da Califórnia

A Raven SR Inc., uma empresa de combustíveis renováveis, anunciou a aprovação unânime da sua permissão, sob a California Environmental Quality Act (CEQA) pelo Conselho Municipal de Richmond, para o primeiro projeto de bioenergia de resíduos orgânicos para produção de hidrogênio da Raven SR. O projeto será localizado em Richmond, Califórnia e a permissão obtida marca um passo significativo na aprovação da primeira instalação de produção de hidrogênio por reforma a vapor/CO2 utilizando resíduos como matéria-prima. Espera-se produzir até 2.400 toneladas métricas de hidrogênio renovável por ano, podendo evitar até 7.200 toneladas métricas por ano de emissões de CO2 do aterro. Além disso, o projeto espera produzir pelo menos 60% de sua própria eletricidade utilizando metano do aterro em geradores elétricos novos e modernos, reduzindo ainda mais as emissões atuais e a necessidade de energia da rede para o seu processo não combustível. (Richmond Standard - 25.05.2023) 
Link Externo

Estados Unidos: Universidade de Michigan avança em tecnologias de produção de hidrogênio limpo

Foi anunciado que a Universidade de Michigan foi selecionada pelo Departamento de Energia (DoE) para receber até US$1 milhão para apoiar um projeto, que avançará tecnologias críticas para a produção, armazenamento e implantação de hidrogênio limpo. Neste projeto, a Universidade de Michigan tem como objetivo desenvolver a produção de combustíveis de hidrogênio verde de alta eficiência, baixo custo e ultrassolidez diretamente a partir da luz solar e água, utilizando nitreto de gálio (GaN), um material amplamente utilizado na indústria de iluminação de LED e eletrônicos, para estabilizar a superfície de materiais de perovskita e superar simultaneamente os gargalos de eficiência e estabilidade na produção de hidrogênio solar, ao mesmo tempo que promete fabricação extremamente barata e escalável. (Fuels Cells Works - 26.05.2023) 
Link Externo

Grécia: ENERTIME anuncia participação no projeto EPHYRA para produção de hidrogênio renovável em escala industrial

O projeto recebeu financiamento no âmbito do programa Horizon Europe da União Europeia e receberá uma subvenção de aproximadamente €17,76 milhões ao longo de 5 anos. O EPHYRA demonstrará a integração de uma instalação de produção de hidrogênio renovável pioneira em escala industrial, empregando uma tecnologia aprimorada de eletrólise, em uma escala de 30 MW. A eletrólise em grande escala será integrada às operações industriais da Refinaria de Córinto da Motor Oil Hellas (MOH), uma das principais refinarias da Europa e o maior complexo industrial de propriedade privada na Grécia. A produção de hidrogênio renovável integrada industrialmente será desenvolvida em torno de uma economia circular, seguindo uma abordagem simbiótica industrial. O projeto é coordenado pela MOH. Dentro do projeto, a ENERTIME fornecerá um sistema inovador de ORC (Ciclo Orgânico de Rankine), que recupera o calor residual de baixa temperatura para fornecer 1 MW de eletricidade livre de carbono a um sistema de eletrólise, e receberá uma subvenção de €2 milhões para este sistema. (Energy News - 30.05.2023) 
Link Externo

Reino Unido: Parceria entre SEEL/Progressive Energy para uma instalação de produção de hidrogênio de baixo carbono

A Sumitomo Corporation, por meio de sua subsidiária integral no Reino Unido, a Summit Energy Evolution Limited (SEEL), e a Progressive Energy anunciaram a assinatura de um acordo para a construção de uma instalação de produção de hidrogênio de baixo carbono nas proximidades dos terminais de gás de Bacton, no Reino Unido. O Bacton Hydrogen Hub se concentrará principalmente na produção de hidrogênio com captura e armazenamento de carbono (CCS), com planejamento sucessivo para a produção de hidrogênio eletrolítico. A produção de hidrogênio será projetada para atender à demanda regional, possibilitando a transição do gás fóssil para o hidrogênio de baixo carbono. Os trabalhos iniciais serão baseados em estudos de viabilidade e em um caso de negócio realizados em nome da North Sea Transition Authority. A possibilidade de reutilização e readequação da infraestrutura existente também será avaliada. (Sumitomo Corp - 25.05.2023) 
Link Externo

Suécia: Parque de Hidrogênio de Köping

O Köping Hydrogen Park é um projeto na Suécia que visa fornecer hidrogênio sustentável. Através da produção de hidrogênio verde por meio da eletrólise da água utilizando eletricidade renovável, o parque contribui para a transição energética e a redução das emissões de carbono. O projeto busca impulsionar o uso do hidrogênio como uma alternativa limpa e sustentável para aplicações industriais e de mobilidade. O Köping Hydrogen Park representa um passo importante para a Suécia na direção de uma economia de hidrogênio e destaca o compromisso do país em promover soluções energéticas de baixo carbono.  (Wescon – 26.05.2023) 
Link Externo

Namíbia: Novo acordo de viabilidade pioneiro para projeto de hidrogênio verde no país

Governo da Namíbia aprova acordo pioneiro de US$10 bilhões para desenvolver o maior projeto de hidrogênio verde da África Subsaariana com a Hyphen Hydrogen Energy. O Gabinete do Governo da República da Namíbia (GRN) aprovou a entrada em um acordo com a Hyphen Hydrogen Energy (Hyphen) para regulamentar o desenvolvimento, implementação e operação do maior projeto de hidrogênio verde da África Subsaariana, e o único totalmente integrado verticalmente. O impacto transformador deste projeto na Namíbia e em sua economia é considerável. O investimento total do projeto de US$10 bilhões é aproximadamente equivalente ao PIB anual do país. Com o desenvolvimento em escala total, previsto para antes do final da década, o projeto irá produzir anualmente 2 milhões de toneladas de amônia verde. (Hydrogen Central - 26.05.2023) 
Link Externo

Romênia: Novo projeto de produção de hidrogênio verde na refinaria Petrobrazi

A OMV Petrom, a maior empresa integrada de energia do Sudeste Europeu, anuncia a assinatura de um contrato de financiamento através do Plano Nacional de Recuperação e Resiliência (PNRR) para a construção de uma planta de produção de hidrogênio por eletrólise da água na refinaria de Petrobrazi. O projeto envolve a entrada em operação, dentro da refinaria de Petrobrazi, de uma capacidade de 20 MW para a produção de hidrogênio por eletrólise da água. Todo o processo será alimentado por energia renovável. Estima-se que o volume de hidrogênio verde a ser produzido seja superior a 2.600 toneladas por ano. A integração do hidrogênio verde obtido levará a uma redução de pelo menos 70% das emissões de CO2 em toda a cadeia de produção de combustíveis sustentáveis em comparação com os combustíveis convencionais. No próximo período, a empresa iniciará a licitação pública para a compra do eletrólito, sendo a decisão final de investimento prevista para 2024. A conclusão das obras está estimada para 2025. (OMV Petrom - 30.05.2023) 
Link Externo

Finlândia: Plug Power desenvolverá projetos de hidrogênio verde de 2,2 GW

A Plug Power anunciou planos para desenvolver projetos de hidrogênio verde com capacidade total de 2,2 GW na Finlândia. Esses projetos têm como objetivo impulsionar a produção e o uso de hidrogênio verde para atender às demandas de energia limpa e sustentável. A iniciativa inclui a construção de instalações de produção de hidrogênio verde e a implementação de infraestrutura para sua distribuição. A parceria com a Finlândia destaca o compromisso da Plug Power com a expansão global do hidrogênio verde como uma solução viável para a transição energética.  (H2 View – 30.05.2023) 
Link Externo

Armazenamento e Transporte

Alemanha\Dinamarca: Parceria entre os países para gasoduto transfronteiriço

A Energinet e a Gasunie estão colaborando para desenvolver uma conexão de gasoduto transfronteiriça até o final de 2028, de acordo com a declaração conjunta assinada pelos governos dinamarquês e alemão em 24 de março. No entanto, a realização oportuna dessa conexão apresenta desafios e requer o apoio de políticos de ambos os países e de todas as partes interessadas, incluindo usuários da rede, autoridades locais e nacionais, e comunidades. Está planejado o lançamento de um processo para coletar compromissos vinculativos para a utilização da infraestrutura de transporte da Dinamarca para a Alemanha antes do final de 2023. A Energinet e a Gasunie compartilharão mais informações com o mercado no momento oportuno. (H2 Bulletin - 30.05.2023) 
Link Externo

Alemanha: Capacidades de armazenamento de gás insuficientes para Hidrogênio

De acordo com um operador de armazenamento, as capacidades de armazenamento de gás da Alemanha são insuficientes para lidar com os planos de hidrogênio. O operador de armazenamento aponta que a infraestrutura existente não está pronta para a transição para o hidrogênio em larga escala, o que representa um desafio significativo para a implementação de uma economia de hidrogênio. A expansão das capacidades de armazenamento de gás é essencial para permitir o armazenamento e o transporte eficiente do hidrogênio produzido por fontes renováveis. Essa lacuna destaca a necessidade de investimentos e planejamento adequados para desenvolver infraestruturas de armazenamento de hidrogênio confiáveis e escaláveis, a fim de alcançar uma transição bem-sucedida para o hidrogênio como fonte de energia.  (CEW - 23.05.2023) 
Link Externo

Alemanha: Infraestrutura Abrangente de Distribuição de Hidrogênio

O governo alemão anunciou planos para investir na criação de uma rede de distribuição de hidrogênio em todo o país, com o objetivo de impulsionar a adoção e o uso do hidrogênio como fonte de energia limpa. Essa infraestrutura incluirá estações de abastecimento de hidrogênio para veículos, bem como sistemas de transporte e armazenamento de hidrogênio. A iniciativa visa criar as condições necessárias para o crescimento da indústria do hidrogênio na Alemanha e acelerar a transição para uma economia de baixo carbono. Esses esforços demonstram o compromisso da Alemanha em liderar a transformação energética e promover soluções sustentáveis de hidrogênio. (CISION - 26.05.2023) 
Link Externo

Danimarca: Energinet e Evida operarão as redes de dutos de hidrogênio na Dinamarca

Um novo acordo político sobre a propriedade e operação da infraestrutura de hidrogênio confere à Evida e à Energinet um papel fundamental no desenvolvimento de uma infraestrutura de gasodutos que possa sustentar a economia de hidrogênio do futuro. A Evida será responsável por conectar produtores e consumidores domésticos de hidrogênio e poderá conectá-los a um sistema interligado, enquanto a Energinet será responsável por conectar a infraestrutura transfronteiriça de hidrogênio e a conexão ao armazenamento de hidrogênio. Como ponto de partida, a Energinet conectará a infraestrutura transfronteiriça de hidrogênio baseada em tubulações a um ponto de recebimento dinamarquês, infraestrutura de hidrogênio baseada em tubulações offshore e tubulações transfronteiriças de hidrogênio em todo o país até o armazenamento de hidrogênio, formando uma "espinha dorsal". A Evida, por sua vez, conectará basicamente produtores e consumidores domésticos de hidrogênio e poderá conectá-los a um sistema de hidrogênio interconectado. A responsabilidade de uma empresa responsável pelo sistema será desempenhada pela Energinet. (ICIS - 25.05.2023) 
Link Externo

Finlândia\Estônia: Projeto “BalticSeaH2” para criar Vale de Hidrogênio na região do Mar Báltico

O projeto BalticSeaH2 está criando um vale transfronteiriço de hidrogênio ao redor do Mar Báltico, com foco entre a Finlândia e a Estônia. O objetivo é desenvolver uma economia integrada de hidrogênio na região, visando a autossuficiência energética e a redução das emissões de carbono. O projeto conta com a participação de 40 parceiros de nove países da região. A área entre a Finlândia e a Estônia é ideal devido à infraestrutura existente e ao tráfego marítimo ativo. O projeto contempla demonstrações e investimentos em diferentes setores, totalizando mais de 4 bilhões de euros de investimento. A capacidade de produção de hidrogênio será de 100 mil toneladas por ano. Empresas como a ABB e a Helen estão envolvidas no projeto, desenvolvendo soluções de células a combustível eletrolíticas e produzindo hidrogênio verde, respectivamente. O projeto visa impulsionar a economia de hidrogênio na região e criar novas oportunidades de exportação. O projeto tem duração de cinco anos e é financiado em parte pela União Europeia. (Offshore Energy - 01.06.2023) 
Link Externo

Áustria/Alemanha/Itália: Ministérios de Energia assinam carta em apoio ao Corredor Sul de Hidrogênio na União Europeia

Os Ministérios de Energia da Áustria, Alemanha e Itália assinaram uma carta conjunta em apoio ao desenvolvimento de um "Corredor Sul de Hidrogênio" na União Europeia. Esse corredor conectará o Norte da África, Itália, Áustria e Alemanha, fornecendo hidrogênio renovável competitivo para importantes demandas europeias. O projeto, liderado por quatro operadores de sistemas de transmissão, busca obter o status de Projeto de Interesse Comum (PCI) e utiliza a infraestrutura existente de gás natural convertida para o transporte de hidrogênio. O corredor poderá suprir mais de 40% da meta de importação de hidrogênio do REPowerEU. O objetivo é alcançar plena operacionalidade até 2030. Os projetos individuais dentro do corredor foram submetidos à Comissão Europeia para avaliação e requerem apoio público para serem realizados. (H2 Bulletin - 01.06.2023) 
Link Externo

Escócia: Porto de Aberdeen explora armazenamento subaquático de hidrogênio no novo Porto Sul.

O Porto de Aberdeen, em parceria com a Subsea7, recebeu uma concessão de £150 mil do Governo Escocês para investigar a viabilidade de armazenar hidrogênio debaixo d'água no novo Porto Sul de Aberdeen. O projeto "H2Shore - Armazenamento e distribuição costeira de hidrogênio" realizará análises de engenharia detalhadas para determinar a abordagem tecnológica mais eficaz e identificar uma localização adequada offshore. Além disso, o projeto desenvolverá um plano de negócios preliminar. A empresa de consultoria energética, Xodus, é responsável por examinar os requisitos necessários de distribuição e abastecimento, com foco em equipamentos, processos e procedimentos operacionais. Este estudo está entre os 32 projetos que receberam financiamento do Hydrogen Innovation Scheme, um programa dedicado a promover a inovação na produção, armazenamento e distribuição de hidrogênio renovável. (Hydrogen Central - 31.05.2023) 
Link Externo

Uso Final

Utilizando Hidrogênio para Transformar Sustentabilidade no Setor da Construção

A utilização do hidrogênio está transformando a sustentabilidade no setor da construção. O hidrogênio está emergindo como uma solução inovadora para reduzir as emissões de carbono e promover práticas mais sustentáveis na construção. O uso de hidrogênio como fonte de energia limpa pode substituir combustíveis fósseis e reduzir significativamente as emissões de carbono durante as operações de construção. Além disso, o hidrogênio pode ser aplicado em processos de fabricação de materiais de construção de forma mais sustentável. Essa transformação está impulsionando a transição para uma indústria da construção mais sustentável, alinhada com os objetivos de sustentabilidade global.  (Hydrogen Central – 31.05.2023) 
Link Externo

Estados Unidos: Inauguração da segunda estação de abastecimento de hidrogênio em San Diego

Os primeiros adotantes de veículos de ar limpo movidos a hidrogênio agora têm uma segunda estação de abastecimento no condado de San Diego após anos de espera. Quatro distribuidores de hidrogênio foram inaugurados no início de maio em um posto Mobil renovado na Mission Center Road, na Friars Road. Quando os veículos de célula a combustível movidos a hidrogênio se tornaram disponíveis na Califórnia em 2017, havia apenas uma estação no condado, uma franquia da Shell em Carmel Valley com um distribuidor. As filas de espera aumentaram e a estação foi listada como "próxima da capacidade" nos relatórios anuais do estado. Em setembro de 2020, a Comissão de Energia da Califórnia anunciou financiamento sob a Lei da Assembleia 8 para mais quatro estações de abastecimento de hidrogênio no condado. (Hydrogen Central - 01.06.2023) 
Link Externo

Itália: Parceria RINA/ENI colaboram para impulsionar a descarbonização do transporte marítimo e o uso de biocombustíveis de hidrogênio

A RINA, uma empresa internacional especializada em inspeção, certificação e consultoria em engenharia; e a Eni assinaram um acordo para desenvolver conjuntamente iniciativas, que possam contribuir para a transição energética e a descarbonização de suas respectivas operações, em particular o transporte marítimo. Especificamente, o acordo se concentra no uso de biocombustível HVO (Óleo Vegetal Hidrotratado) produzido pela Eni em suas biorrefinarias em Veneza e Gela, bem como de outros portadores de energia, como hidrogênio "azul" ou "verde" e amônia a partir de matérias-primas biogênicas, renováveis ou resíduos que não competem com a cadeia alimentar, no setor naval. Além disso, a parceria engloba o desenvolvimento de iniciativas para a logística e cadeia de valor de novos portadores de energia e a adoção de métodos certificados para o cálculo "taxonômico" dos benefícios de emissões que irão gerar. A Eni e a RINA também considerarão a realização de experimentos e projetos piloto relacionados à captura de CO2 a bordo, a fim de contribuir ainda mais para o alcance dos objetivos de sustentabilidade do setor naval. (Eni - 29.05.2026) 
Link Externo

Reino Unido: ZeroAvia e Aeroporto de Birmingham se unem para instalação de produção de hidrogênio

A ZeroAvia e o Aeroporto de Birmingham (BHX) revelaram conceitos iniciais para a criação de uma instalação de produção de hidrogênio no BHX. O objetivo é desenvolver um local de abastecimento de aeronaves com hidrogênio no aeroporto, utilizando energia solar como fonte renovável. Com uma usina de produção de hidrogênio de 3 MW, estima-se que seja possível produzir 365 toneladas de hidrogênio anualmente, suportando voos regionais, além de abastecer ônibus e caminhões locais. O BHX também está em negociações com uma grande montadora para testar veículos movidos a hidrogênio em suas instalações. A parceria entre a ZeroAvia e o BHX está alinhada com o objetivo do aeroporto de se tornar um aeroporto de emissão zero até 2033. (Birmingham Airport - 25.05.2023) 
Link Externo

Suécia: Inauguração da primeira estação pública de abastecimento de hidrogênio renovável no país

A primeira estação pública de abastecimento de hidrogênio da Suécia, tanto para veículos pesados quanto para automóveis de passageiros, com hidrogênio produzido a partir de eletricidade de sua própria turbina eólica, será inaugurada em Älghult, na região de Småland. A Uppvidinge Vätgas AB encomendou a construção de uma estação de abastecimento de hidrogênio (HRS) da Metacon AB, com o apoio de uma subvenção do Klimatklivet. A estação é a primeira na Suécia a ter seu hidrogênio produzido com eletricidade de uma turbina eólica próxima e possui produção integrada de hidrogênio para abastecimento a 350 e 700 bar de pressão (para veículos pesados e automóveis de passageiros, respectivamente). Na turbina eólica alimentada pela Uppvidinge Hydrogen, foi instalado um eletrolisador com equipamentos auxiliares para a produção de hidrogênio verde. A planta tem capacidade para produzir 200 quilogramas de hidrogênio puro por dia. Paralelamente à construção da planta de eletrólise, foi construída uma estação de abastecimento público de hidrogênio. Todo o complexo foi projetado para expansão futura, de acordo com as necessidades esperadas de aumento da capacidade. (Metacon - 26.05.2023) 
Link Externo

Tecnologia e Inovação

Holanda: HyET e EnPro desenvolverão tecnologias eletroquímicas de processamento de hidrogênio

A HyET e a EnPro assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) para desenvolver tecnologias de processamento eletroquímico de hidrogênio. A parceria tem como objetivo aprimorar os processos de produção, armazenamento e distribuição de hidrogênio utilizando tecnologias avançadas. Por meio dessa colaboração, as empresas planejam desenvolver soluções inovadoras para enfrentar os desafios técnicos associados ao uso do hidrogênio como fonte de energia. O MoU representa um importante passo no avanço das tecnologias relacionadas ao hidrogênio e destaca o compromisso contínuo com o desenvolvimento de uma economia de hidrogênio sustentável e de baixo carbono.  (H2 View – 31.05.2023) 
Link Externo

Espanha: Carburos Metálicos instala laboratório de análise de hidrogênio

A Carburos Metálicos instalou um laboratório de analisadores de hidrogênio na Espanha. O laboratório tem como objetivo fornecer análises precisas e confiáveis das características do hidrogênio, auxiliando no desenvolvimento e na implementação de tecnologias relacionadas ao hidrogênio. A iniciativa visa impulsionar o uso seguro e eficiente do hidrogênio em diversas aplicações industriais. A instalação desse laboratório reforça o compromisso da Carburos Metálicos com a inovação e a liderança no setor de hidrogênio.  (H2 View – 31.05.2023)
Link Externo

Escócia: Projeto de IA visa turbinar a produção de hidrogênio

Um projeto de inteligência artificial (IA) na Universidade de Aberdeen, na Escócia, tem como objetivo impulsionar a produção de hidrogênio. Através da aplicação de IA avançada, o projeto visa otimizar e aprimorar os processos de produção de hidrogênio, aumentando sua eficiência e reduzindo custos. A IA será utilizada para analisar dados em tempo real, identificar padrões e fazer ajustes precisos nas operações, visando melhorar o desempenho e a escalabilidade da produção de hidrogênio. A iniciativa representa um passo importante para impulsionar a indústria de hidrogênio na Escócia e contribuir para a transição energética do país (Hydrogen Central – 25.05.2023) .
Link Externo

Eventos

Inovações em H2V no Brasil e na Alemanha

A Câmara Brasil-Alemanha de São Paulo realizará um evento virtual sobre Hidrogênio Verde, abordando a importância da descarbonização e o potencial do Brasil como líder na exportação desse recurso. O evento contará com a participação de especialistas brasileiros e alemães, que compartilharão iniciativas e inovações relacionadas ao Hidrogênio Verde nos dois países. Serão discutidas oportunidades de conexão entre os participantes e apresentadas imersões em Hidrogênio Verde promovidas pela AHK São Paulo em parceria com outras instituições. O evento será realizado no dia 27 de junho de 2023, com transmissão ao vivo via Hydrogen Dialogue. A participação no evento é gratuita. Para acessar o evento e se inscrever, clique aqui.  
Link Externo

Industrial Safety and Risk Management in Hydrogen projects

A Tractebel realizará um evento online sobre "Industrial Safety and Risk Management in Hydrogen projects" no dia 29 de junho de 2023. O objetivo do evento é abordar a importância da segurança industrial e gerenciamento de riscos em projetos de hidrogênio, considerando o crescente interesse por combustíveis mais limpos para impulsionar a descarbonização. A Tractebel apresentará sua abordagem abrangente de segurança, aplicada nas etapas de pré-viabilidade, viabilidade e projeto detalhado, com exemplos de aplicação em diferentes projetos. O evento contará com a participação de 214 participantes e será realizado online. O link do evento é: https://content.media.tractebel.engie.com/l/890233/2023-06-13/p65nv. 
Link Externo

Artigos e Estudos

Hidrogênio verde e o ensino da eletrólise a partir de uma revisão bibliográfica

O hidrogênio verde está ganhando destaque como uma solução para os problemas ambientais e a dependência de combustíveis fósseis na matriz energética. A produção de hidrogênio verde por meio da eletrólise da água e o uso de fontes renováveis de energia oferecem uma transição energética mais limpa, segura e flexível, contribuindo para a descarbonização do setor energético. No entanto, a eletrólise ainda enfrenta desafios em termos de custos de produção e compreensão do processo. Estudos destacam a importância de abordar o tema da produção de hidrogênio verde em conjunto com o ensino da eletrólise na disciplina de Química, enfatizando a experimentação e a contextualização para melhorar a compreensão dos alunos. Ao relacionar as células eletrolíticas, os eletrolisadores e as reações envolvidas, é possível explorar a função do eletrólito e a importância da corrente elétrica, destacando também o uso de energias renováveis nos eletrolisadores para a produção de hidrogênio. (Instituto Federal do Sertão Pernambucano - 2023)
Link Externo

Hidrogênio Verde Marinho no Brasil

O estudo explora o potencial do hidrogênio como um combustível limpo e sustentável para embarcações, destacando os benefícios ambientais e econômicos que essa tecnologia pode trazer. O documento apresenta análises detalhadas sobre a viabilidade técnica e econômica do uso de hidrogênio verde em diferentes segmentos marítimos, bem como os desafios e oportunidades associados. Além disso, são apresentadas recomendações para o desenvolvimento de políticas e regulamentações que incentivem a adoção do hidrogênio verde na indústria marítima do Brasil. (ICCT - 2023)
Link Externo

Harmonised system-wide cost-benefit analysis for candidate hydrogen projects

O estudo é uma publicação técnica que visa fornecer suporte científico baseado em prova ao processo de tomada de decisão política da União Europeia. Ele contém informações sobre a metodologia e qualidade dos dados utilizados, bem como informações de contato para fontes de dados adicionais. Também inclui uma seção sobre um estudo de análise de custo-benefício harmonizado para candidatos a projetos de hidrogênio, com informações sobre custos, impactos residuais e cálculos de valor do projeto. Além disso, há uma seção sobre os critérios que os promotores de projetos devem cumprir e uma tabela com resultados de uma consulta pública sobre a metodologia. (EC - 2023) 
Link Externo