IFE
18/10/2023

IFE Armazenamento: Usinas Reversíveis e Baterias 53

Assinatura:
Equipe de Pesquisa UFRJ
Editor: Prof. Nivalde J. de Castro (nivalde@ufrj.br)
Subeditores: Fabiano Lacombe e Lucia Dias
Pesquisadores: Cristina Rosa e Felipe Gama
Assistente de pesquisa: Sérgio Silva

IFE
18/10/2023

IFE nº 53

Assinatura:
Equipe de Pesquisa UFRJ
Editor: Prof. Nivalde J. de Castro (nivalde@ufrj.br)
Subeditores: Fabiano Lacombe e Lucia Dias
Pesquisadores: Cristina Rosa e Felipe Gama
Assistente de pesquisa: Sérgio Silva

Ver índice

IFE Armazenamento: Usinas Reversíveis e Baterias 53

Políticas Públicas e Financiamentos

EUA: Empresa de Tecnologia de Baterias recebe contrato de US$20 milhões do DOE para avançar reciclagem de baterias

A American Battery Technology Company (ABTC, sigla em inglês), uma empresa integrada de materiais críticos de baterias, recebeu um contrato de concessão de subsídio de US$20 milhões do Departamento de Energia dos EUA (DOE, sigla em inglês) para uma colaboração da indústria com vários parceiros, a fim de demonstrar e comercializar técnicas de reciclagem de baterias de íon de lítio de próxima geração para fabricar materiais críticos de bateria domésticos de baixo custo e baixo impacto ambiental. A ABTC, juntamente com suas universidades parceiras, laboratórios nacionais e uma corporação privada, pretende validar, testar e implementar três novas tecnologias disruptivas de separação e processamento avançados de primeira linha para aprimorar ainda mais a competitividade econômica, reduzir o impacto ambiental e reintegrar um percentual ainda maior dos componentes constituintes ao mercado doméstico de fabricação de baterias. (Electric Energy Online - 02.10.2023) 
Link Externo

Holanda: País destina US$ 440 milhões para baterias de grande escala

O governo holandês destinou um montante de US$ 439,5 milhões para subsidiar a construção de baterias de grande escala ligadas a fazendas solares em terra e a sistemas de energia fotovoltaica em telhados. Esses fundos, parte de um pacote climático, visam facilitar a instalação de 160 MW a 330 MW de armazenamento de baterias. Esta medida busca aliviar a pressão sobre a rede elétrica holandesa, encorajando os operadores de baterias a auxiliar no controle de congestionamentos, e pode resultar em um aumento considerável da capacidade de bateria até 2030, previsto entre 2 GW e 5 GW. (PV Magazine - 09.10.2023) 
Link Externo

Senegal: Banco de Desenvolvimento da África Ocidental financia projeto solar com armazenamento de 45MWh BESS

O Banco de Desenvolvimento da África Ocidental (BOAD, sigla em inglês) aprovou um empréstimo de US$24 milhões para um projeto solar e de armazenamento no Senegal, que inclui um sistema de armazenamento de energia (BESS, sigla em inglês) de 15MW/45MWh. O projeto Niakhar Solar Power, desenvolvido pela Teranga Niakhar Storage, contará com 30MW de energia solar fotovoltaica e o BESS mencionado. A Omexom, uma subsidiária da empresa francesa Vinci, será responsável pela construção da usina, cuja energia será vendida à empresa de serviços públicos estatal SENELEC. O BESS desempenhará um papel fundamental no fornecimento de serviços essenciais à rede elétrica do Senegal, incluindo a melhoria na regulamentação, na frequência e na capacidade de atender picos de demanda. Este projeto visa impulsionar o desenvolvimento econômico do Senegal. (Energy Storage News - 04.10.2023) 
Link Externo

Mecanismos de Inserção de Armazenamento de Energia

Alemanha: Mais de 400 MW de projetos de energia solar com armazenamento vencem contratos de Licitação de Inovação

A mais recente Licitação de Inovação na Alemanha resultou na premiação de contratos para 32 projetos de energia solar com armazenamento, totalizando 408 MW. A Agência de Rede Federal da Alemanha revelou os resultados, indicando que o leilão recebeu 53 propostas, excedendo significativamente o limite estabelecido de 400 MW. Os contratos incluem um prêmio adicional em €/kWh para a energia descarregada no mercado, com preços variando de €0,0776/kWh a €0,0878/kWh e um preço médio de €0,0833/kWh, superando os valores do leilão de fazendas solares em julho. Vários projetos anteriores de energia solar com armazenamento foram concluídos ou iniciaram a construção este ano, incluindo os da Enerparc, Qair e ABO Wind, refletindo a contínua expansão do setor de energias renováveis na Alemanha. (Energy Storage News - 04.10.2023) 
Link Externo

Austrália: Maior licitação de armazenamento do país é lançada para preencher lacunas nos estados de energia eólica e solar

A primeira fase da maior licitação de armazenamento da Austrália foi iniciada, com inscrições abertas para 600MW e 2400 MWh de capacidade despachável a serem implantados em South Australia e Victoria, estados com considerável geração de energia eólica e solar. Este novo leilão faz parte do esquema de investimento em capacidade, substituindo um esquema anterior que não resultou na construção de capacidade significativa. Esta licitação é apenas uma das várias iniciativas em andamento para apoiar projetos de armazenamento de bateria em toda a Austrália. (Renew Economy - 11.10.2023) 
Link Externo

Bulgária: Lança subsídios para energias renováveis e 350MW de armazenamento de energia

A Bulgária está lançando uma consulta pública para um novo leilão de energia limpa, que inclui subsídios para projetos de energia renovável e instalações de armazenamento de energia de até 350MW. O leilão busca impulsionar a capacidade de geração renovável proposta de 570MW para energia eólica e solar, juntamente com 150MW de capacidade de armazenamento. O objetivo principal é aumentar a participação de energia limpa na matriz energética do país rumo à neutralidade climática. O governo planeja construir 1,4GW de nova capacidade renovável e 350MW de capacidade de armazenamento nos próximos anos. As instalações de armazenamento no leilão devem ter capacidade mínima de 30% da capacidade total de geração de energia instalada e não inferior a 1MW, com capacidade máxima não superior a 50% da capacidade total instalada de energia. O montante total dos fundos disponíveis é de US$ 143,3 milhões, com até 50% dos custos elegíveis a serem financiados pela União Europeia. (Energy Storage News - 13.10.2023) 
Link Externo

Índia: Agências estatais licitam 9GW de energias renováveis ​​com armazenamento

Recentemente, várias licitações foram lançadas na Índia por entidades estatais, visando aquisição de GW de energia renovável "firme e despachável" em resposta à ambiciosa meta do país de atingir 500GW de energia renovável até 2030, com uma estimativa atual entre 150GW e 200GW. A Autoridade Central de Eletricidade (CEA, sigla em inglês) estimou a necessidade de 74GW/411GWh de armazenamento de energia até 2032, impulsionando licitações como a da Corporação Nacional de Energia Hidrelétrica (NHPC, sigla em inglês) para 1500MW de energia renovável firme e despachável. Os desenvolvedores devem incluir sistemas de armazenamento de energia em projetos de energia solar fotovoltaica para garantir a estabilidade do fornecimento. A NHPC está buscando propostas de pelo menos 50MW, com um máximo de 750MW, com contratos de compra de energia (PPAs, sigla em inglês) de 25 anos. A expectativa é que essas licitações impulsionem significativamente o desenvolvimento do setor de energia renovável e armazenamento na Índia. (Energy Storage News - 10.10.2023) 
Link Externo

Reino Unido: UK Power Networks abre licitação de eletricidade de 850MW

A UK Power Networks, operador de redes de distribuição, lançou a maior licitação já feita para operadores de armazenamento de energia e energias renováveis, disponibilizando 850MW de eletricidade flexível em Londres, no Leste e no Sudeste da Inglaterra. Essa iniciativa abrange 452 zonas e pode atender a cerca de meio milhão de residências, buscando fornecimento flexível a partir de 10kW por zona. Como líder em flexibilidade de distribuição desde 2019, o operador já contratou 38 empresas para fornecer aproximadamente 2GW de flexibilidade até 2028. O objetivo é garantir a estabilidade do sistema de distribuição, maximizar a geração de energia renovável e reduzir os custos para os consumidores. Essa flexibilidade é crucial para equilibrar a produção de energia renovável, beneficiando-se da demanda de pico e evitando atualizações caras da infraestrutura para lidar com o crescimento esperado de veículos elétricos e bombas de calor. ( Power Technology - 05.10.2023) 
Link Externo

Projetos de Armazenamento de Energia em Larga Escala

EUA: Projetos de energia solar e armazenamento da Origis Energy no Mississippi utilizam tecnologia LFP

A Origis Energy iniciou a construção de três projetos de energia solar e armazenamento no Mississippi, EUA. Os sistemas de armazenamento de energia de bateria (BESS) totalizam 150 MW e são fornecidos pela Mitsubishi Power Americas. Os projetos incluem o Golden Triangle II, com capacidade total de 150 MW de energia solar e 50 MW de armazenamento em bateria, e o Golden Triangle I, com capacidade total de 200 MW de energia solar e 50 MW de armazenamento em bateria. Ambos estão previstos para 2024, e o projeto ‘Optimist’, com capacidade total de 200 MW de energia solar e 50 MW de armazenamento em bateria, previsto para 2025. Esses projetos representam o maior portfólio de armazenamento de baterias e solar em construção no Mississippi. A Mitsubishi fornecerá os sistemas BESS, que utilizarão a solução Emerald da empresa, um produto BESS à base de fosfato de ferro-lítio (LFP) com duração de até seis horas. (Energy Storage - 12.10.2023) 
Link Externo

Bulgária: Planeja construir duas usinas hidrelétricas reversíveis

Na Bulgária, estão sendo planejadas duas usinas hidrelétricas subterrâneas de armazenamento reversível com uma capacidade combinada de 1,6 GW. Essas instalações, que funcionam como baterias, são essenciais para integrar a produção intermitente de eletricidade a partir de fontes renováveis na rede. As UHRs previstas para 800 MW cada, estão planejadas para serem instaladas no subsolo e ligadas às barragens Dospat e Batak, com conclusão prevista para 2032. A água é retirada de um reservatório inferior para um superior durante períodos de baixa demanda por eletricidade e quando há excedente de energia eólica e solar. Quando o equilíbrio muda, o armazenamento bombeado gera eletricidade liberando a água para baixo através de turbinas.(Balkan Green Energy News - 13.10.2023) 
Link Externo

Artigos e Estudos

“IFC-enabled LCA for carbon assessment in pumped storage hydropower (PSH) with concrete face rockfill dams”

O artigo “IFC-enabled LCA for carbon assessment in pumped storage hydropower (PSH) with concrete face rockfill dams” tem como principal objetivo fornecer um método para calcular as emissões de carbono de cada projeto de design de usinas hidrelétricas reversíveis (UHRs), levando em consideração os parâmetros específicos do projeto. Para isso, as emissões de carbono do projeto UHRs são calculadas estimando o consumo de diesel, eletricidade e materiais, juntamente com os fatores de conversão correspondentes. Em suma, o método proposto foi validado com dados de UHRs do mundo real e usado para analisar as emissões de carbono de diferentes projetos para determinar a influência de vários fatores.(SCIENCE DIRECT – 12.2023)
Link Externo

“Overview of converting abandoned coal mines to underground pumped storage systems: Focus on the underground reservoir”

O artigo “Overview of converting abandoned coal mines to underground pumped storage systems: Focus on the underground reservoir” tem como principal objetivo explorar o potencial de reaproveitamento de minas abandonadas, particularmente minas de carvão, como reservatórios inferiores usinas hidrelétricas reversíveis (UHRs). Para isso, documenta e discute os vários processos e desafios relacionados ao bombeamento cíclico e descarga no contexto dos UHRs, além de apresentar diferentes soluções numéricas disponíveis para compreender e mitigar processos cíclicos em minas abandonadas. Em suma, a pesquisa conclui que a utilização de minas abandonadas para UHRs é viável, apesar dos desafios associados.(SCIENCE DIRECT – 20.12.2023) 
Link Externo

"Enhancing Operations Management of Pumped Storage Power Stations by Partnering from the Perspective of Multi-Energy Complementarity”

O artigo "Enhancing Operations Management of Pumped Storage Power Stations by Partnering from the Perspective of Multi-Energy Complementarity" tem como principal objetivo investigar o papel vital da parceria entre as partes interessadas no aumento da gestão das operações e do desempenho geral das usinas hidrelétricas reversíveis (UHRs). Para isso, foi desenvolvido um modelo conceitual abrangente, que foi validado usando dados da UHR Liaoning Qingyuan, a maior do seu tipo no nordeste da China. Em suma, a parceria efetiva entre as partes interessadas, particularmente com as empresas de rede, influencia significativamente a gestão das operações das UHRs. Além disso, a parceria não só melhora a gestão das operações como também impulsiona o desempenho das usinas hidrelétricas reversíveis. (MDPI – 09.10.2023) 
Link Externo