IFE
20/03/2023

IFE Armazenamento: Usinas Reversíveis e Baterias 40

Assinatura:
Equipe de Pesquisa UFRJ
Editor: Prof. Nivalde J. de Castro (nivalde@ufrj.br)
Subeditores: Fabiano Lacombe e Vinicius Botelho
Pesquisadores: Cristina Rosa e Felipe Gama
Assistente de pesquisa: Sérgio Silva

IFE
20/03/2023

IFE nº 40

Assinatura:
Equipe de Pesquisa UFRJ
Editor: Prof. Nivalde J. de Castro (nivalde@ufrj.br)
Subeditores: Fabiano Lacombe e Vinicius Botelho
Pesquisadores: Cristina Rosa e Felipe Gama
Assistente de pesquisa: Sérgio Silva

Ver índice

IFE Armazenamento: Usinas Reversíveis e Baterias 40

Políticas Públicas e Financiamentos

EUA: Departamento de Energia anuncia parceria para acelerar a comercialização de armazenamento de energia de longa duração

O Departamento de Energia dos EUA (DOE, sigla em inglês), o Instituto para a Transição de Energia da Edison Electric Institutes, o Instituto de Pesquisa de Energia Elétrica (EPRI, sigla em inglês) e o Conselho de Armazenamento de Energia de Longa Duração anunciaram um memorando de entendimento com o objetivo de acelerar a comercialização do armazenamento de energia de longa duração (LDES, sigla em inglês). O memorando de dois anos fornecerá assistência técnica e explorará soluções para barreiras não técnicas à implementação para acelerar o desenvolvimento e a implementação de diversas tecnologias LDES. Os parceiros colaborarão com especialistas em armazenamento de energia de longa duração para analisar formas de expandir o mercado e busca apoiar o desenvolvimento e a fabricação doméstica de tecnologias de armazenamento de energia que possam atender todas as demandas do mercado dos EUA, até 2030. (Electric Energy Online - 14.03.2022) 
Link Externo

EUA: Estado de New Mexico estabelece meta de 2GW de armazenamento de energia até 2034

O Senado do estado de New Mexico aprovou um projeto de lei que exige que as concessionárias de serviços públicos com fins lucrativos implantem 2 GW/7 GWh de armazenamento de energia até 2033. O projeto de lei tem como meta 1 GW/3,5 GWh de implantações de armazenamento de energia, até 31 de dezembro de 2028, e a mesma quantidade até 2033. As disposições do projeto de lei se aplicam às três concessionárias de serviços públicos com fins lucrativos do estado, que atendem 73% da população de New Mexico, e serão analisadas pelo Comitê de Energia, Meio Ambiente e Recursos Naturais. Além disso, o projeto de lei também fornece uma ampla definição de armazenamento de energia incluindo várias tecnologias. (Energy Storage News - 15.03.2022) 
Link Externo

EUA: Financiamento de US$750 milhões é obtido pela Origis Energy para projetos de armazenamento e energia solar

Após receber, em maio de 2022, uma facilidade de crédito de US$ 375 milhões, a plataforma de energia renovável Origis Energy obteve, agora, uma facilidade de crédito de US$ 750 milhões para seus projetos de desenvolvimento de energia solar e armazenamento de energia nos Estados Unidos. Essa facilidade de crédito é uma das maiores anunciadas este ano para uma carteira de projetos de energia solar e armazenamento em grande escala. O financiamento foi liderado pela CIT, uma divisão do First Citizens Bank, com outros credores incluindo Santander, Deutsche Bank, HSBC, Rabobank e Nomura. A empresa também assinou um acordo de fornecimento com a Boviet Solar Technology para mais de 700 MW de módulos fotovoltaicos bifaciais para seus projetos de energia solar em grande escala nos Estados Unidos. (Energy Storage News - 10.03.2022) 
Link Externo

EUA: Legisladores do estado de Michigan propõem meta de armazenamento de energia de 2,5 GW até 2030

Os legisladores democratas do estado de Michigan propuseram um projeto de lei que exige que as concessionárias reguladas pelo estado tenham 2,5 GW de capacidade de armazenamento de bateria, em operação, até o final de 2029. O projeto de lei inclui requisitos para contratos com determinados critérios. Um deles é que os sistemas de armazenamento de energia precisam ser capazes de participar dos mercados atacadistas de eletricidade. Além disso, o projeto de lei estabelece pontos sobre o fornecimento de receitas de longo prazo para apoiar o financiamento de terceiros e garantir maior valor para os clientes. Por fim, seus autores também querem ver um estudo para determinar as metas de aquisição especificamente para sistemas de armazenamento de energia de longa duração. (Energy Storage News - 14.03.2022) 
Link Externo

Reino Unido: Governo planeja políticas para armazenamento de energia de longa duração

O governo do Reino Unido planeja introduzir políticas de apoio ao armazenamento de energia de longa duração (LDES, sigla em inglês), até o final de 2024. Especialistas do setor acreditam que o LDES será crucial para alcançar mais de 50% de descarbonização, especialmente à medida que a energia eólica offshore aumenta na rede. Atualmente, há uma falta de financiamentos e intervenção governamental para apoiar grandes ativos de flexibilidade, como o armazenamento de energia por meio de usinas hidrelétricas reversíveis e outras tecnologias LDES, que exigem um investimento significativo de capital. No entanto, cerca de £68 milhões foram disponibilizados para projetos LDES no final de 2021 pelo Departamento de Negócios, Energia e Estratégia Industrial (BEIS, sigla em inglês), do Reino Unido, e há esperança de que fundos de pensão invistam na vida útil operacional de longo prazo desses projetos. (Energy Storage News - 08.03.2022) 
Link Externo

União Europeia: Comissão Europeia recomenda estratégia de armazenamento de energia

A Comissão Europeia publicou um documento de recomendação delineando uma estratégia para que o armazenamento de energia se torne um dos pilares para um sistema energético descarbonizado e seguro na União Européia (UE). A estratégia recomenda que os Estados membros da UE avaliem suas necessidades individuais e coletivas de armazenamento de energia. O documento destaca as forças e capacidades do armazenamento de energia e pede a remoção de barreiras existentes, como a "dupla cobrança". Também recomenda a identificação de possíveis lacunas de financiamento e a busca de maneiras de preenchê-las. A estratégia inclui dez recomendações, incluindo a promoção do armazenamento de energia em regiões remotas e o apoio à pesquisa e inovação. O plano também pede a análise dos mercados de serviços ancilares para fornecer remuneração adequada e oportunidades de empilhamento de receita para serviços como: equilíbrio de rede; regulação de frequência; a introdução de processos de licitação competitivos para recursos de flexibilidade; entre outros. (Energy Storage News - 14.03.2022) 
Link Externo

União Europeia: Reforma no mercado de eletricidade recebe apoio com ressalvas do setor de armazenamento de energia

A Comissão Europeia publicou uma proposta de reforma do Design do Mercado de Eletricidade na União Europeia. A reação inicial das associações da indústria de armazenamento de energia tem sido positiva. Essa versão propõe que o armazenamento de energia desempenhe um papel fundamental na manutenção da segurança energética à medida que a transição para energias renováveis acelera no bloco. A proposta acolheu as melhorias na forma como os mercados de capacidade funcionam, introduzindo objetivos de flexibilidade ao nível nacional e incentivando a adoção de acordos de compra de energia, especialmente para grandes usuários corporativos de eletricidade. No entanto, surgiram preocupações de que as reformas para promover o pico de redução só abranjam recursos atrás do medidor, o que exclui sistemas de armazenamento de energia autônomos ou em grande escala de participação. (Energy Storage News - 15.03.2022) 
Link Externo

Mecanismos de Inserção de Armazenamento de Energia

África do Sul: País emite licitação para armazenamento em bateria de 513 MW

O Departamento de Recursos Minerais e Energia da África do Sul abriu uma chamada para Licitação de Capacidade de Armazenamento de Energia em Bateria para o Programa de Aquisição de Produtores Independentes de Energia. A licitação exige uma capacidade mínima de armazenamento de 4 horas em subestações na província do Cabo Norte. A Avaliação de Capacidade de Conexão de Geração da Rede de Transmissão de 2023 da Eskom destacou que os corredores de energia do Cabo Norte estão altamente saturados e requerem um fortalecimento substancial da rede. Com isso, projetos de bateria poderiam aliviar a congestão de transmissão e distribuição na região. (Clean Technica - 02.03.2022) 
Link Externo

EUA: Leilão anual de capacidade assegura recursos suficientes para atender a demanda máxima na região de New England

O leilão anual de capacidade na região de New England assegurou recursos suficientes para atender a demanda máxima de capacidade no período de 2026-2027. O leilão garantiu compromissos de capacidade de 31 GW, dos quais 5 GW, ou seja 16% da capacidade contratada no leilão, referem-se a novos ativos de armazenamento de energia, energia eólica, solar, e recursos de redução de demanda. O preço preliminar foi de US$2,59/kW-mês em quase todas as zonas, estando entre os preços mais baixos já registrados. Destaca-se que o valor do mercado de capacidade em 2026-2027 é estimado em cerca de US$946 milhões. (Utility Dive - 02.03.2022) 
Link Externo

Grécia: País se prepara para grande leilão de armazenamento de energia elétrica

Considerando a meta de implantar 3 GW de armazenamento até 2030 para facilitar uma meta de 70% de energia renovável, a Grécia mostra que está caminhando na direção correta. O país aprovou vários projetos de armazenamento de energia, incluindo armazenamento de bateria e usinas hidrelétricas reversíveis, totalizando cerca de 586 MW em potência e 815 MWh em capacidade de armazenamento de energia. Consoante a este processo, o país está se preparando para um grande leilão de armazenamento de bateria para fornecer suporte financeiro para até 900 MW de capacidade de armazenamento de energia. O processo de aquisição de armazenamento de energia independente será lançado no terceiro trimestre de 2022, com sistemas a serem concluídos até o final de 2025. Licitantes únicos não poderão obter mais de 25% do volume da licitação independente, e o suporte inclui um apoio operacional anual de 10 anos e um pagamento único baseado em CAPEX. (Energy Storage News - 07.03.2022) 
Link Externo

Reino Unido: Leilão de mercado de capacidade impulsiona setor de armazenamento de energia em baterias

O recente leilão do mercado de capacidade T-4 no Reino Unido duplicou a capacidade de projetos de armazenamento de energia em baterias (BESS, sigla em inglês) do país, com 5 GW de novas baterias conquistando contratos. Cerca de 45% dos projetos leiloados consistem em sistemas de armazenamento de duas horas de duração, enquanto aproximadamente 770 MW vieram de projetos BESS com duração de quatro horas. Os projetos BESS têm tido bom desempenho econômico nos últimos anos, beneficiando-se de preços elevados de energia e do aumento de requisitos para serviços de resposta rápida de frequência, para os quais os ativos são particularmente adequados. No entanto, os custos iniciais são um componente significativo do retorno do investimento, então projetos maiores e de maior duração podem ter melhor desempenho se alcançarem economias significativas de custo ou estiverem posicionados para aproveitar as restrições locais da rede. (PV Magazine - 02.03.2022) 
Link Externo

Projetos de Armazenamento de Energia em Larga Escala

Austrália: Zen Energy compra projeto BESS com 270 MWh de capacidade de armazenamento

A Utility Zen Energy adquiriu o Projeto de Bateria Templers do desenvolvedor IPP RES na Austrália, com uma data de operação comercial (COD) prevista para o final de 2024. Este projeto de armazenamento de bateria (BESS) em grande escala possui capacidade de 111MW/270MWh, tendo assim uma duração de 2,5 horas. A Zen usará o BESS para apoiar a entrega de energia a seus clientes no estado e também para fornecer serviços de estabilidade para a rede do operador de rede australiana, o AEMO. (ENERGY STORAGE – 13.03.2023) 
Link Externo

Bélgica: A NKEE e a Aquila Clean Energy anunciam o início das operações comerciais de um sistema de armazenamento de energia

A Nippon Koei Energy Europe BV (NKEE) e a Aquila Clean Energy EMEA, a plataforma de desenvolvimento de energia limpa da Aquila Capital na Europa, anunciaram a conclusão da construção de seu sistema de armazenamento de energia em bateria (BESS, sigla em inglês) localizado em Ruien, Bélgica. Este BESS possui escala de rede, com 25 MW e 100 MWh de potência e capacidade de armazenamento, respectivamente, e será um dos maiores sistemas conectados à rede de alta tensão (HV, sigla em inglês) belga. Com o início de sua operação comercial, este BESS está contribuindo ativamente para melhorar a estabilidade da rede de HV da Bélgica, além de estar disponível para operar nos mercados de eletricidade de curto prazo. (PV MAGAZINE – 07.03.2023) 
Link Externo

EUA: Projeto de Usina Hidrelétrica Reversível entra em revisão final

A desenvolvedora de energia limpa rPlus Energies entrou com pedido de aprovação final de licenciamento, junto aos reguladores federais, para o projeto da Usina Hidrelétrica Reversível (UHR) de 1 GW/ 8 GWh de White Pine, em Nevada. De acordo com Luigi Resta, presidente da rPlus, se concluído, este projeto tem capacidade de armazenar uma quantidade de eletricidade renovável o suficiente para atender, sozinho, cerca de um oitavo da demanda de pico de energia de Nevada. O projeto em White Pine usará dois reservatórios, ainda a serem construídos, com um desnível de elevação de 670 metros entre eles, gerando mais energia com a mesma quantidade de água em comparação com locais com menor diferencial de altura. (CANARY MEDIA – 08.03.2023) 
Link Externo

Nova Zelândia: Meridian inicia a construção da primeira fazenda de baterias de rede em grande escala do país

A Meridian, empresa de energia da Nova Zelândia que gera eletricidade por meio de fontes 100% renováveis, iniciou a construção do Ruakākā Energy Park, que será capaz de armazenar até 200 MWh de energia. Segundo Neal Barclay, presidente-executivo da Meridian, esta será a primeira bateria de rede em grande escala da Nova Zelândia e acrescentará uma versatilidade significativa para a Meridian e para o sistema elétrico como um todo. (THE NORTHERN ADVOCATE -16.03.2023) 
Link Externo

Nova Zelândia: Custo de projeto da Usina Hidrelétrica Reversível de Lake Onslow aumenta quase 300%

Estima-se que o custo do projeto da Usina Hidrelétrica Reversível (UHR) de Lake Onslow chegue a US$ 16 bilhões - quatro vezes mais do que as projeções iniciais. Destaca-se que este projeto tem por objetivo servir como uma bateria gigante, ajudando a proteger o sistema elétrico do país contra a escassez de eletricidade das hidrelétricas e, ainda, proporcionar mais estabilidade ao mercado. Apesar da alteração de custo, a Ministra de Energia e Recursos, Megan Woods, disse que o governo está avançando com a proposta. (RNZ – 16.03.2023) 
Link Externo

Suécia: Anglesey Mining reforça o plano de armazenamento com Usina Hidrelétrica Reversível em Grängesberg

A Anglesey Mining firmou um memorando de entendimento (MoU, sigla em inglês) com a Mine Storage International AB, empresa sueca de armazenamento de energia, para investigar planos conceituais e projetos para implantar uma Usina Hidrelétrica Reversível (UHR) na mina de minério de ferro de Grängesberg após o término da mineração. De acordo com a empresa, uma mina subterrânea pode fornecer uma solução de circuito fechado usando a comprovada tecnologia de bombeamento das UHRs. (INTERNATIONAL MINING – 14.03.2023) 
Link Externo

Artigos e Estudos

Relatório EWEC: "Statement of Future Capacity Requirements 2023-2029: Summary Report"

O relatório anual da Emirates Water and Electricity Company (EWEC), a concessionária da capital de Abu Dhabi, tem como objetivo apresentar, de forma resumida, as recomendações de novas capacidades a serem adicionadas ao sistema de energia dos Emirados Árabes Unidos (UAE, sigla em inglês), durante o período de 2023 a 2029. Segundo este documento, os UAE devem implantar 300MW/300MWh de sistemas de armazenamento de energia em bateria (BESS, sigla em inglês) nos próximos três anos. Nesse caso, os recursos do BESS precisariam de uma profundidade de armazenamento de pelo menos uma hora e deveriam ser implantados para fornecer reservas operacionais e outros serviços de rede, melhorar a operacionalidade do sistema e aumentar a estabilidade geral da rede elétrica. Para ter acesso ao relatório completo na íntegra, clique aqui. (Energy Storage – 16.03.2023) 
Link Externo

Diretrizes do Ministério de Energia da Índia: "Guidelines on Pumped Storage Projects"

O Ministério de Energia da Índia emitiu diretrizes preliminares com intuito de obter energia de projetos de Usinas Hidrelétrica Reversíveis (UHRs) para melhor integrar a capacidade de energia renovável na rede. De acordo com o documento divulgado pelo ministério da energia, o país prevê a instalação de 18 GW de capacidade em UHRs. Estima-se que uma das principais contribuições seja no atendimento da demanda de pico de energia usando energia renovável. Para ter acesso completo ao documento, clique aqui.(CLEAN TECHNICA – 08.03.2023) 
Link Externo

Artigo: “An environmental optimal power flow framework of hybrid power systems with pumped hydro storage”

O artigo “An environmental optimal power flow framework of hybrid power systems with pumped hydro storage” tem como principal objetivo apresentar a estratégia operacional combinada do sistema eólico-solar-térmico (WST, sigla em inglês) com a instalação de armazenamento hidrelétrico bombeado (PHS, sigla em inglês) enquanto mitiga a intermitência da energia eólica e solar. Para isso, este estudo realiza uma análise comparativa de desempenho entre três diferentes configurações híbridas: (1) WST; (2) eólica-hidrotérmica (WHT); e (3) WST-PHS em cumprimento de múltiplos objetivos operacionais. Em suma, os resultados obtidos mostram que a programação otimizada da configuração WST-PHS apresenta uma economia notável no custo operacional do sistema, uma redução de emissão de 9,636 Ton/ano para 20,148 Ton/ano e um aumento da estabilidade de tensão em 1,51%–3,57% em comparação com outros. (SCIENCE DIRECT – 10.03.2023) 
Link Externo

Artigo: “High energy capacity or high power rating: Which is the more important performance metric for battery energy storage systems at different penetrations of variable renewables?”

O artigo “High energy capacity or high power rating: Which is the more important performance metric for battery energy storage systems at different penetrations of variable renewables?” tem como principal objetivo avaliar quantitativamente os impactos em todo o sistema elétrico de sistemas de armazenamento em bateria com várias proporções de energia para potência (EPRs) e em diferentes níveis de penetração renovável. Para isso, este documento realiza um estudo de caso da província de Jiangsu na China, devido ao seu alto consumo de eletricidade e metas agressivas de energia renovável. Em suma, os resultados obtidos mostram a evolução do papel do armazenamento e à medida que a penetração renovável aumenta, EPRs mais altos são favorecidos, pois levam a reduções de custos em todo o sistema, proporcionam menores emissões de GEE e ainda maior confiabilidade ao sistema de energia. (SCIENCE DIRECT – 03.2023) 
Link Externo