terça, 19 de janeiro de 2021

Visão 2013

Publicações

  • Janeiro 2021 CASTRO, Nivalde de; LEAL, Luiza Masseno; MOSCON, Lara; ZAMBONI, Lucca Transição energética e a eletrificação de frotas comerciais: Desafios e oportunidades

    Em artigo publicado pela Agência CanalEnergia, Nivalde de Castro (coordenador geral do GESEL), Lucca Zamboni (pesquisador pleno do GESEL), Luiza Masseno (pesquisadora do GESEL) e Lara Moscon (pesquisadora júnior do GESEL) observam que a transição energética avança e, como o setor de transporte possuí um alto potencial de eletrificação e de descarbonização em função da sua participação na emissão de CO2, ele é considerado um vetor importante dessa transição. Adicionalmente, devido a relevância do transporte rodoviário no segmento, a construção de um ecossistema de mobilidade eficiente, sustentável e ecologicamente correto para as frotas comerciais ganha cada vez mais relevância no cenário internacional. Diante deste enquadramento, o artigo visa analisar os principais desafios e oportunidades da implementação de frotas comerciais de VEs. 
    (Publicado pela Agência CanalEnergia)

  • Janeiro 2021 CASTRO, Nivalde de; MARTINI, Sidnei Como explicar os resultados dos leilões de transmissão?

    Em artigo publicado no Broadcast da Agência Estado de São Paulo, Nivalde Castro (coordenador do GESEL) e Sidnei Martini (Professor da Escola Politécnica da USP e pesquisador associado do GESEL-UFRJ) analisam os leilões de linhas de transmissão. Segundo os autores, “os elevados deságios verificados no leilão de transmissão de dezembro de 2020 (...) demonstram claramente o aproveitamento das margens e das condições de oferta dos proponentes na aceitação de significativos deságios”. 
    (Publicado pelo serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo)

  • Janeiro 2021 SANTOS, Vitor Transição Energética e a Estratégia de Cooperação UE – China

    União Europeia e China assinaram estratégico Acordo de Investimento que vai viabilizar maior integração entre estas duas potencias econômicas. Professor Vitor Santos, ex-diretor geral da ERSE - agência reguladora de energia de Portugal, e pesquisador do Gesel-UFRJ analisa os reflexos diretos e indiretos do Acordo de Investimentos sobre o setor de energia, em artigo publicado pelo Canal Energia.
    (Publicado pela Agência CanalEnergia)

  • Dezembro 2020 CASTRO, Nivalde de; CAVALCANTI, Ceres; SALLES, Diogo; OLIVEIRA, Luiza Di Beo; SENRA, Paulo Mauricio; MAESTRINI, Marcelo Estratégias e Políticas de Promoção do e-carsharing

    Em artigo publicado pela Agência CanalEnergia, Nivalde de Castro, coordenador do Gesel/UFRJ, Ceres Cavalcanti, Diogo Salles, Luiza Di Beo Oliveira, Paulo Mauricio Senra e Marcelo Maestrini, pesquisadores do Gesel, falam sobre o potencial de desenvolvimento do e-carsharing com políticas públicas. Os pesquisadores afirmam que “as perspectivas para a difusão do serviço de e-carsharing no contexto da mobilidade urbana são muito promissoras, em função de aspectos econômicos, de praticidade e de sustentabilidade ambiental, especialmente quando os veículos são elétricos. Neste sentido, diversas experiências internacionais demonstram a sua viabilidade e eficácia, porém ainda existem desafios e barreiras a serem superados, notadamente econômicos, culturais e regulatórios, por se tratar de uma tecnologia disruptiva.” 
    (Publicado pela Agência CanalEnergia)

  • Dezembro 2020 CASTRO, Nivalde de; BRANDÃO, Roberto; CASTRO, Bianca de Atratividade dos Investimentos no Setor Elétrico Brasileiro

    Em artigo publicado no Broadcast da Agência Estado de São Paulo, Nivalde Castro (coordenador do GESEL), Roberto Brandão (Pesquisador Sênior do GESEL) e Bianca Castro (Pesquisadora Plena do GESEL), tratam sobre a atratividade do setor elétrico brasileiro, após o cenário de pandemia. Segundo os autores, “para aprofundar o entendimento sobre as perspectivas do Setor Elétrico Brasileiro (SEB) em relação à atratividade de novos investimentos, propõe-se analisar esta variável estratégica a partir de três fatos vinculados à geração, distribuição e transmissão, apresentando-se, ao final, uma avaliação sobre o grau de competitividade do leilão de transmissão que será realizado em 17 de dezembro de 2020.”
    (Publicado pelo serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo)

  • Novembro 2020 CASTRO, Nivalde de; MOSZKOWICZ, Mauricio; ALVES, André Desafios do atendimento energético nos sistemas isolados da Região Norte

    Em artigo publicado no Broadcast da Agência Estado de São Paulo, os pesquisadores do GESEL Nivalde de Castro, Maurício Moszkowicz e André Alves falam sobre a complexidade no atendimento ao sistema isolado da Região Norte, analisando os principais projetos realizados na região e suas peculiaridades. Segundo os autores, em um “contexto de planejamento da transmissão, deve-se distinguir duas situações: as relativamente grandes cidades que tendem a ser priorizadas no planejamento das conexões ao SIN e as cidades de porte médio e pequeno que ainda permanecerão isoladas”. Eles concluem que “no que tange às médias e pequenas cidades, a evolução tecnológica disponibilizará uma série de soluções, dentre as quais podem ser destacadas as micro redes utilizando energia solar, baterias e sistemas térmicos à base de biodiesel”. 
    (Publicado pelo serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo)

  • Novembro 2020 CASTRO, Nivalde de; CLARK, André Uma visão estratégica de longo prazo para a energia

    Em artigo publicado no Valor Econômico, Nivalde Castro (coordenador do GESEL) e André Clark (General Manager da Siemens Energy Brasil), tratam do PNE 2050, analisando em uma visão estratégica. Segundo os autores “o PNE assume uma premissa básica de compromisso firme com a sustentabilidade ambiental no âmbito do setor de energia, aderente aos objetivos globais da descarbonização. Nesta direção, o Plano foge de ideologias e foca no interesse público, partindo de uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo, e reafirma a prioridade no aproveitamento dos recursos renováveis, onde o Brasil tem um imenso potencial competitivo.”
    (Publicado pelo Valor Econômico)

  • Novembro 2020 CASTRO, Nivalde de; MAESTRINI, Marcelo; SENRA, Paulo Maurício; CAVALCANTI, Ceres; OLIVIERA, Luiza Di Beo Análise de experiências pontuais de carsharing de veículos elétricos na Europa e no Brasil

    Em artigo publicado pela Agência CanalEnergia, Nivalde de Castro, coordenador do GESEL/UFRJ, Marcelo Maestrini, Paulo Maurício Senra, Ceres Cavalcanti e Luiza Di Beo Oliviera, pesquisadores do GESEL/UFRJ, falam sobreas experiências envolvendo soluções de compartilhamentos de veículos elétricos (e-carsharing) para o aumento de utilização desses veículos. Os autores afirmam que “a difusão da mobilidade elétrica é desafiadora, visto que os avanços em soluções de armazenamentos de energia – as baterias – ainda possuem um alto custo, determinando preços de veículos elétricos (VE) em patamares muito elevados, equiparados a modelos de luxo à combustão. Diante da necessidade de um elevado investimento para a aquisição de um veículo elétrico individualmente pelo consumidor, as soluções de compartilhamento (e-carsharing) se mostram mais promissoras, ao diluir o investimento entre diversos usuários do serviço, mediante o aumento da taxa de utilização dos veículos.”
    (Publicado pela Agência CanalEnergia)

  • Novembro 2020 ELIZIÁRIO, Sayonara; DANTAS, Marta Célia; SILVA, Kalyne; THOMAS, Allyson Novas perspectivas para o mercado de hidrogênio com o novo mercado de gás

    Em artigo publicado pela Agência CanalEnergia, Sayonara Eliziário e Marta Célia Dantas, pesquisadoras da UFPB e Kalyne Silva e Allyson Thomas pesquisadores juniores do GESEL/UFRJ, falam sobre oportunidades para o mercado de hidrogênio do Brasil pós aprovação da Lei do Gás. Os pesquisadores afirmam que “um dos pontos importantes a ser discutido é a existência de uma infraestrutura de dutos e abastecimento que garanta o transporte confiável, sustentável e econômico em grande escala, como pré-requisito para a competitividade e a absorção de um mercado de hidrogênio, visto que a produção centralizada provavelmente dominará o fornecimento no curto e médio prazo”.
    (Publicado pela Agência CanalEnergia)

  • Novembro 2020 CASTRO, Nivalde de; BRANDÃO, Roberto; CASTRO, Bianca de Lições a aprender com o acidente do Amapá

    Em artigo publicado pelo Broadcast da Agência Estado de São Paulo, Nivalde de Castro (coordenador geral do GESEL), Roberto Brandão (pesquisador sênior do GESEL) e Bianca Castro (pesquisadora plena do GESEL-UFRJ) abordam a interrupção de fornecimento de energia elétrica no Amapá. Segundo os autores, “trata-se de uma situação análoga a um acidente de avião, cuja caixa preta serve de base e fundamentação da compreensão da ocorrência, para correção futuras e eventuais medidas de punição. Neste sentido, implica afirmar que o setor elétrico irá tirar lições deste acidente e tornar as regras de segurança mais rígidas, especialmente para concessões que atuam em mercados que se situem nas bordas do Sistema Interligado, onde não há como remanejar fluxos de energia elétrica de outras subestações”. 
    (Publicado pelo serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo)

  • Outubro 2020 CASTRO, Nivalde de; MOSZKOWICZ, Mauricio; ALVES, André Transição energética em sistemas isolados: o caso de Roraima

    Em artigo publicado pelo Broadcast da Agência Estado de São Paulo, os pesquisadores do GESEL-UFRJ Nivalde de Castro, Mauricio Moszkowicz e André Alves tratam do caso de Roraima e do leilão de 2019 que objetivou garantir a segurança e a confiabilidade energética e reduzir custos e níveis de poluição. Segundo os autores, “do ponto de vista da segurança e qualidade do suprimento de energia elétrica, o projeto do grupo Eneva [com inovações tecnológicas da UTE Jaguatirica II] trará impactos positivos, na medida em que aumentará a qualidade e a confiabilidade do fornecimento de energia elétrico”.
    (Publicado pelo serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo)

  • Outubro 2020 CASTRO, Nivalde de; CÂMARA, Lorrane; FERREIRA, Daniel; OZORIO, Luiz Os impactos da deterioração dos indicadores socioeconômicos brasileiros sobre a distribuição de energia elétrica

    Em artigo publicado pela Agência CanalEnergia, Nivalde de Castro, coordenador do GESEL, Lorrane Câmara, Daniel Ferreira e Luiz Ozorio, pesquisadores do GESEL, falam sobre os impactos que as crises financeiras e sociais geram sobre o equilíbrio das contas das distribuidoras. Os pesquisadores afirmam que há uma “dimensão dos impactos da pandemia sobre as distribuidoras pouco conhecida: o aumento dos furtos de eletricidade, tecnicamente denominado por perdas não técnicas (PNT). Nota-se que as PNT agravam, ainda mais, o desequilíbrio financeiros das distribuidoras, pois parte da energia furtada é paga pelo caixa e outra parte é paga consumidores normais, impondo, assim, um vetor de aumento das tarifas, dependendo do nível de perdas e da dificuldade de combatê-las, como é o caso do Estado do Rio de Janeiro.”
    (Publicado pela Agência CanalEnergia)

  • Outubro 2020 CASTRO, Nivalde de; ZAMBONI, Lucca; HERRERA, Selena; MATZ, Marcello Frotas de veículos elétricos: uma nova tendência

    Em artigo publicado pelo Broadcast da Agência Estado de São Paulo, os pesquisadores do GESEL-UFRJ Nivalde de Castro, Lucca Zamboni, Selena Herrera e Marcello Matz, avaliam o novo paradigma e desafios a serem superados para a inserção dos veículos elétricos na cadeia global. Segundo os autores, “três barreiras ainda restringem uma mais rápida difusão desta nova tecnologia: a baixa oferta de modelos de VEs, a falta de infraestrutura pública de recarga e o preço dos modelos de VEs”. Eles concluem que “a eletrificação das frotas operativas no mundo e, consequentemente, no Brasil vai impor mudanças significativas na cadeia produtiva das empresas com frotas de VEs, incluindo, entre outras, novas ferramentas digitais de gestão de frotas; o desenvolvimento do mercado de pontos de carregamento público e privados; o estímulo ao desenvolvimento do mercado e da indústria de VEs e implementos elétricos; a criação de mercados secundários de compra e venda de VEs e de baterias; inovações regulatórias; e uma pressão para políticas públicas de incentivos”.
    (Publicado pelo serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo)

  • Outubro 2020 CASTRO, Nivalde de; MONTEATH, Lillian; VIEIRA, Matheus Guerra; MOSCON, Lara Modelos de negócio para infraestrutura de recarga de veículos elétricos na Europa

    Em artigo publicado pela Agência CanalEnergia, Nivalde de Castro (coordenador do GESEL), Lillian Monteath (pesquisadora sênior do GESEL), Matheus Guerra Vieira (pesquisador do GESEL) e Lara Moscon (pesquisadora júnior do GESEL) tratam de diferentes tipos de recarga para VEs e formas de estruturar os modelos de negócio associados a esse serviço com base na experiência europeia. A partir dessa análise, conclui-se que a estruturação de modelos de negócios para a infraestrutura de recarga deve partir do pressuposto de que este serviço possui uma característica disruptiva, o que exige que foco do negócio não seja apenas no fornecimento de combustível, mas na prestação de serviços adicionais para o veículo e para seu motorista. O atual registro de déficits financeiros em estações de recarga deve ser um fator determinante de oportunidades para explorar outras fontes de receitas. Em suma, o investimento em estações de recarga exige e deve estar inserido em um planejamento de longo prazo, visando o horizonte futuro com um forte grau de difusão de VE.
    (Publicado pela Agência CanalEnergia)

  • Outubro 2020 CASTRO, Nivalde de; BRANDÃO, Roberto; CASTRO, Bianca de O Agravamento do Furto de Energia Elétrica no Brasil
    Em artigo publicado no serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo, Nivalde de Castro (coordenador geral do GESEL), Roberto Brandão (pesquisador sênior do GESEL) e Bianca de Castro (pesquisadora do GESEL), tratam de tema de crescente importância e gravidade para as distribuidoras, em função do agravamento das condições econômicas e sociais que provoca aumento do furto. No Rio de Janeiro, no entanto, o problema é bem mais grave em função da tempestade perfeita - crise do petróleo, Lava jato e pandemia - ampliando o poder do crime organizado, notadamente das milícias, e criando espaços geográficos onde as instituições de Estado não conseguem atuar, muito menos as concessionárias Light e Enel Rio. São as ASRO - Áreas de Severas Restrições Operacionais -, comprometendo não só o equilíbrio financeiro, mas os indicadores de qualidade.
    (Publicado pelo serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo)
  • Setembro 2020 CASTRO, Nivalde de; BRANDÃO, Roberto; CHAVES, Ana Carolina; BOTELHO, Vinicius Usinas Hidrelétricas Reversíveis no contexto da transição energética na Nova Zelândia

    Em artigo publicado pela Agência CanalEnergia, Nivalde de Castro, coordenador do GESEL, Roberto Brandão, pesquisador sênior do GESEL, Ana Carolina Chaves, pesquisadora plena do GESEL e Vinicius Botelho, pesquisador júnior do GESEL, falam sobre a transição energética na Nova Zelândia, destacando o papel das UHRs nas políticas públicas adotadas para uma economia de baixo carbono. Os pesquisadores afirmam que “a versatilidade dá às UHRs um papel central nos estudos da Nova Zelândia, haja vista a crescente e promissora inserção de fontes renováveis intermitentes e a necessidade de solucionar os problemas gerados por “anos secos”, que podem ser ainda mais impactantes em um futuro de maior dependência do abastecimento elétrico coincidindo com períodos de inverno (TRANSPOWER, 2020). Ressalta-se que, apesar dos benefícios sistêmicos das UHRs para o setor elétrico, é necessário que questões ambientais, econômicas e regulatórias estejam em consonância.”
    (Publicado pela Agência CanalEnergia)

  • Setembro 2020 CASTRO, Nivalde de; MARTINI Sidnei; GIANELLONI, Francesco Gestão de Ativos de Transmissão e a Importância de Processos Padronizados
    Em artigo publicado no serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo, Nivalde de Castro (coordenador geral do GESEL), Sidnei Martini (professor da Escola Politécnica da USP e pesquisador associado do GESEL) e Francesco Gianelloni (pesquisador associado do GESEL), tratam do desafio que as empresas de transmissão têm, derivado do final da vida útil de diversos equipamentos instalados nas redes. Segundo os autores, “dada a necessidade de um plano de ações bem definido, que garanta a segurança energética e respeite o objetivo de modicidade tarifária, torna-se imperativo que a substituição dos equipamentos seja complementada com um processo de padronização de procedimentos e de requisitos técnicos de medição e comunicação de informações relevantes à gestão dos ativos de transmissão.
    (Publicado pelo serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo)
  • Setembro 2020 CARDOSO JUNIOR, Ricardo Abranches Felix; HOFFMANN, Alessandra Schwertner; MONTEATH, Lillian; SALCEDO, Carolina Vasconcellos; LAGORE, Benoit; ROCHA, Bruno Busato Breve análise da relevância de bases de dados geográficos no licenciamento ambiental federal de linhas de transmissão de energia elétrica no Brasil

    Em artigo pulicado pela Agência CanalEnergia, Ricardo Abranches Felix Cardoso Junior, Alessandra Schwertner Hoffmann, Lillian Monteath, Carolina Vasconcellos Salcedo, Benoit Lagore e Bruno Busato Rocha, Equipe de Pesquisadores do Gesel/UFRJ, tratam da importância dos banco de dados sobre licenciamento ambiental para as novas linhas de transmissão. Os autores afirmam: “A identificação, compilação, gestão e disponibilização organizada das bases de dados geográficos que apoiam o licenciamento ambiental no Brasil contemplam um conjunto de atividades complexas que envolvem profissionais de diversas áreas. A atuação conjunta destas equipes possui o potencial para ampliar o acesso e otimizar a aplicação destes dados, resultando, assim, na melhoria contínua do processo de licenciamento ambiental”. Esta pesquisa acontece no âmbito do projeto de P&D da Aneel "Projeto de Portal de Referência para o Licenciamento Ambiental de Sistemas de Transmissão" realizado pelo GESEL em parceria com a State Grid.
    (Publicado pela Agência CanalEnergia)

  • Setembro 2020 CASTRO, Nivalde de; MOSZKOWICZ, Mauricio; TOMMASO, Francesco Desafios da Transmissão de Energia Elétrica no Brasil

    Em artigo publicado no serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo, Nivalde de Castro (coordenador geral do GESEL), Mauricio Moszkowicz (coordenador executivo do GESEL) e Francesco Tommaso (pesquisador do GESEL), falam sobre as desafios no setor de transmissão no Brasil. Os autores afirmam que, a solução passa pela “reestruturação do enquadramento regulatório com o objetivo de dar os sinais corretos e eficientes de incentivos para que substituição destes ativos de transmissão de maneira gradativa e organizada.”
    (Publicado pelo serviço Broadcast da Agência Estado de São Paulo)

  • Agosto 2020 CASTRO, Nivalde de; ALVES, André Panorama internacional da mobilidade elétrica em um contexto de transição energética

    Em artigo publicado no Agência CanalEnergia, Nivalde de Castro (coordenador geral do GESEL) e André Alves (Pesquisador do GESEL), analisam a inserção da mobilidade elétrica no paradigma da transição energética. O processo de difusão dos VEs avança a taxas elevadas, constituindo-se em vetores dinâmicos em diversos países desenvolvidos. Ainda que este processo inicialmente conte com o apoio de medidas de fomento vinculadas às políticas públicas, há uma tendência de que a mobilidade elétrica passe a depender cada vez menos de instrumentos de incentivos, em função dos ganhos de escala e do acirramento da competitividade e no desenvolvimento da infraestrutura de postos de carregamento. Diante deste contexto, países como o Brasil devem explorar as lições trazidas pela experiência internacional de países em estágio mais avançado e se posicionar adequadamente. Essa antecipação exige estudos e pesquisas que considerem as especificidades do país, o desenho adequado da regulação e de políticas públicas e, ainda, a formatação de modelos de negócio que proporcionem rentabilidade e atratividade ao segmento. Para ler o texto na íntegra, clique aqui.
    (Publicado pela Agência CanalEnergia)

Página 1 de 9