domingo, 16 de janeiro de 2022

Visão 2013

01 Dezembro 2021

GESEL na mídia: Programa de resposta da demanda pode baratear energia, diz Roberto Brandão

A manutenção da bandeira tarifária escassez hídrica, na conta de luz, até abril de 2022 e a previsão de que o aumento do preço da energia seja de 21,04% no próximo ano, em decorrência da crise hídrica, preocupam consumidores e levam especialistas a pensarem em alternativas para que o crescimento do custo da geração não seja sentido tão fortemente no bolso pelos brasileiros. Para o pesquisador Roberto Brandão, do Grupo de Estudo do Setor Elétrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Gesel/UFRJ), uma das ações passa por criar um programa permanente de oferta de redução voluntária da demanda de energia, seguindo o exemplo de outros países, como os Estados Unidos. Em entrevista ao SBT News, Roberto Brandão disse que a medida se tratou de "um programa muito interessante, que teve um razoável sucesso, mas criado numa situação excepcional aonde o país estava na eminência de ter problemas de déficit de potência e nos horários de maior consumo". Dessa forma, avalia que teria sentido em mantê-lo, no atual cenário, somente se, ao mesmo tempo, houvesse o deslocamente de uma térmica mais cara, mas a "governança" da crise no país vem sendo feita de forma "a conseguir uma resposta apesar do preço". (SBT News – 28.11.2021)

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo: